Esse é o pior pesadelo que um viajante pode ter. Acredite! Nada é pior do que perder seu passaporte e acho que é ainda mais tenso quando você perde antes da viagem.

Pois então…semana passada tivemos um caso desses na minha família. Minha irmã e cunhado embarcaram num voo nacional de Curitiba para São Paulo pela manhã. Apresentaram os passaportes no momento do check-in (primeiro erro). Quando chegaram em São Paulo, passariam a tarde com parentes para retornar ao aeroporto às 21:00 hs para embarcar para os Estados Unidos.

Bom, esse era o plano. Mas a verdadeira história foi essa que contarei a seguir. Eles chegaram em São Paulo e perceberam que os passaportes tinham sumido. Fizeram o que todo mundo faria e reviraram mochila, bolsa e malas. Nada!

Aí, perceberam que os passaportes poderiam ter caído da mochila durante o voo e poderiam estar no compartimento de bagagens. Voltaram para o balcão da cia e pediram para eles verificarem se estava dentro do avião. O avião tinha ido para Belo Horizonte.

Momentos de tensão e faltando pouco mais de 10 horas para o embarque internacional, eles ficaram aguardando no aeroporto alguma resposta da companhia. E a resposta foi negativa. Ninguém tinha encontrado os passaportes.

Aí foi choradeira para tudo que é lado. Você planeja sua sonhada viagem durante meses, às vezes é a única viagem do ano e você perde o passaporte.

Como a cia alegou não ter encontrado os passaportes, eles foram fazer um BO (coisa que aliás, todo mundo tem que fazer caso o passaporte seja extraviado).

Não daria tempo de embarcar no voo internacional, visto que não havia tempo hábil para a confecção de novos passaportes, então eles resolverem cancelar os voos também. Até que eles tiveram a brilhante ideia de ligar para a cia novamente e, acredite se puderem, mas a cia tinha encontrado os passaportes.

Muito tempo se passou até essa confirmação que os passaportes estavam no aeroporto, então eles tiveram que voltar literalmente correndo para a o aeroporto para dar tempo de embarcar.

Só que o voo era para Miami. Estava com overbooking sim ou com certeza? A cia que não é boba, já tinha vendido os assentos da minha irmã e cunhado, mas ao que tudo indica, como eles cancelaram o voo no mesmo dia poderiam solicitar alteração no mesmo dia também (confesso que não entendi bem essa parte), mas para encurtar a história – eles receberam um upgrade e foram de executiva. O que prova a teoria que falei aqui – não é preciso estar bem vestido, é preciso ser a pessoa certa, na hora certa.

Essa história teve um incrível final feliz porque minha família é realmente sortuda. Mas para evitar passar pelo stress que eles passaram, deixo aqui algumas dicas.

1) Apresente o passaporte somente no momento do check-in internacional. Sério! É para isso que ele serve.

2) Passaporte deve sempre ficar no money belt (aquela pochete interna) nos momentos que antecedem a viagem. Acredite, é muito melhor tê-lo grudado no seu corpo do que dentro de uma bolsa ou mochila.

3) Sempre viaje com uma cópia do seu passaporte (fotocópia) e uma cópia digitalizada. Se não tiver como escanear, tire uma foto do passaporte (página de identificação e as páginas que tiverem vistos). Mande um e-mail para você mesmo com essa cópia digitalizada.

4) Muita gente já me perguntou como eu fazia durante a volta ao mundo. Se deixava o passaporte no hostel/hotel ou se carregava comigo. Eu tenho 2 passaportes (brasileiro e italiano). Deixava o que não tinha o carimbo de entrada no país que eu estava trancado dentro do hostel e andava com o que tinha o carimbo de entrada dentro do money belt. Por mais que me roubassem, sabia que a chance de uma violência física era mínima e que no máximo levariam minha bolsa, mas o passaporte nunca ficava lá. Por que eu fazia isso? Porque era a única chance de eu provar que eu era eu mesma e que estava legalmente no país. Muita gente não gosta de andar com o passaporte durante as viagens, mas eu me sinto mais segura, até porque costumo ficar em quartos compartilhados e a segurança é bem menor do que ficar num quarto privativo com cofre. Mas essa é a minha opinião. Tá cheio de gente recomendando que você deixe o passaporte no hotel e saia com cópias. Eu prefiro o contrário.

Tá, e se mesmo assim você perder ou roubarem teu passaporte. O que fazer?

Vá até a polícia e faça um BO. Isso serve para qualquer país. Se estiver no exterior, vá até o Consulado ou Embaixada  do Brasil com o BO e solicite um passaporte de urgência, caso vá continuar a viagem por outros países.

O único inconveniente é que você consegue um novo passaporte rapidamente, mas não consegue os vistos. Aconteceu com um amigo, por exemplo. Ele teve o passaporte roubado e no passaporte tinha um visto da Índia. Ele até conseguiu emitir um novo passaporte, mas teve que mudar radicalmente o roteiro, pois não conseguiu outro visto para a Índia.

Caso não vá continuar viagem por outros países e vá voltar para o Brasil, existe um jeito mais barato do que solicitar um novo passaporte. É solicitar uma autorização de retorno. Eu fiz isso quando roubaram meu passaporte (que estava dentro da bolsa) em Amsterdam. É uma carta (bem simples e sem foto). Na minha humilde opinião, é até um absurdo deixarem você entrar no país com essa cartinha, mas Brasil é Brasil e eu não tive problemas. E fiz um novo passaporte brasileiro na PF quando voltei.

Mas todo cuidado é pouco! Tome muito cuidado com seu passaporte e evite a dor de cabeça de ter que lidar com essa burocracia antes ou depois da viagem.

Obs – imagem retirada do site Wikepedia.