Essa é uma pergunta recorrente aqui no blog. Vira e mexe, alguém me pergunta como deve levar o dinheiro na viagem. Fiz um post geral explicando como eu fiz na volta ao mundo, mas acho que no caso dos Estados Unidos, vale um post a parte.

EUA é o país do cartão. Eles aceitam cartão em tudo que é lugar e de todas as bandeiras. Então, coloque seu dinheiro num cartão pré-pago sem medo de ser feliz. As vantagens desse cartão são: o dólar costuma ser mais barato que o de papel, e se você perder o cartão, você pode cancelar. A desvantagem é que nem todos os estabelecimentos pedem a senha e isso pode ser um problema caso você perca o cartão e demore para cancelar.

Outra vantagem (e acho que muita gente não sabe) é que se você quiser fazer saques no cartão, não precisa necessariamente pagar a taxa de saque que costuma ser de U$2,5.

Como assim?

Supermercados e farmácias grandes costumam oferecer o serviço chamado cash back aos clientes. Funciona assim: você vai no Walmart e sua compra dá U$30. Aí, na hora que você passar o cartão, vai aparecer a mensagem perguntando se você quer cash back. Você aperta o yes e ele te mostra alguns valores. Vamos supor que você queira U$40. Aí, o total da sua compra fica U$70 (é isso que será descontado no seu cartão), mas o funcionário te dará os U$40 que você solicitou em dinheiro.

É um serviço fantástico! Eu usava sempre na Austrália (é o mesmo esquema) e quase nunca precisava sacar dinheiro no caixa automático.

Sei que facilita muito a vida dos clientes que não precisam ir em outro lugar sacar dinheiro e ainda é um bom “jeitinho” para não pagar as taxas de saque.

Antes que me perguntem, já adianto que não sei o nome de todos os estabelecimentos dos EUA que oferecem esse serviço, mas usei no Walmart, Walgreens e Foodland. Outra coisa: os saques são limitados a determinadas quantias. Nem adianta tentar sacar U$2.000 no mercado que não vai dar certo.

E, eu sempre viajo também com um pouco de dinheiro, pois é sempre necessário para pagar ônibus, metrô, táxi, etc., logo que você chega no país.

Minha recomendação para os EUA seria cartão pré-pago (qualquer bandeira) e um pouco de dinheiro. Cartão de crédito não está compensando por causa do IOF. Mas, eu sempre levo para uma emergência.

Outro detalhe que eu acho que muita gente não sabe. Já expliquei aqui nesse post que caso você peça reembolso de uma compra, o dinheiro volta sim para o cartão pré-pago. A loja faz o estorno na hora, mas já adianto que demora em média 24 horas para esse dinheiro entrar novamente no cartão (às vezes demora até 48 horas), mas ele volta sim. Exemplo bem recente (abril de 2013). Comprei um produto errado na The Body Shop e fui lá e devolvi e eles fizeram o estorno e recebi o dinheiro no cartão 24 horas depois.

Já usei as bandeiras Visa, MasterCard e American Express nos cartões pré-pagos. Tive problemas com a bandeira Amex fora dos EUA pois não é uma bandeira muito comum.

*Imagem em destaque retirada do site www.freepik.com

Vai para os EUA? Veja aqui mais de 1.000 sugestões de hotéis.