Como dizem por aí, tudo que é bom dura pouco. E, foi assim, a Eurotrip Express 2014! 3 países, 3 cidades e novos olhos para lugares já vistos.

Londres continua linda e a quem interessar possa, chove mesmo todo dia por lá. #sqn

O Parlamento e o Big Ben!

O Parlamento e o Big Ben!

Paris finalmente ganhou a minha simpatia. Mesmo no inverno e mesmo na chuva, Paris tem seus encantos. Só uma pequena dica – quem converte, não se diverte em Paris.

A Torre!

A Torre!

E, Madrid foi a surpresa da viagem. Destino eleito apenas porque a passagem ficava mais barata voltando por lá, mas que surpreendeu e muito (detalhe: foi a terceira vez que eu visitei Madrid, mas a primeira que eu realmente curti). Mesmo com o euro nas alturas, ainda dá para ser bem feliz. Comi e bebi muito bem por lá.

Madrid!

Madrid!

Acabei de voltar, mas já adianto algumas coisas:

1) Só comi no Mc Donald’s 1 dia e porque era o único lugar para eu me abrigar (estava chovendo torrencialmente). Em compensação, comi em outros lugares ótimos com preços no nível fast food.

2) Fiz algumas comprinhas e ainda voltei com dinheiro no bolso (aguardem dicas).

3) Realmente, o trem pode ser uma ótima opção na Europa, principalmente no trecho Londres – Paris ou vice-versa. A economia de tempo e dinheiro + a vantagem de poder levar quantas malas você quiser me convenceram.

Eurostar!

Eurostar!

4) Fiquei em dúvida se realmente compensa ficar em hostel em Paris, visto que fiquei em um hotel boutique maravilhoso que era apenas um pouco mais caro do que o preço de uma cama em quarto compartilhado num hostel. Sem contar que nenhuma localização de hostel me agradou em Paris.

5) Levei tudo em dinheiro (cash) e apesar dos pesares, não me arrependi.

No mais, só posso dizer que esse foi o melhor carnaval dos últimos tempos, principalmente pelo fato que passei longe de qualquer tipo de muvuca ou qualquer coisa que lembrasse o carnaval. E, sim, é muito difícil voltar para o Brasil depois de visitar a cidade que mais amo no mundo, mas faz parte. Life goes on.


Lembrou do seguro viagem? Ele é muito importante e obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e também em Cuba e Venezuela. Nos demais países também é recomendável a contratação, pois não podemos prever incidentes. No caso dos Estados Unidos, por exemplo, o custo médico diário de uma internação fica na faixa dos U$2.000 (caríssimo). Para os EUA a contratação de um seguro com cobertura de U$1 milhão não é exagero. Além disso, o seguro é super útil nos casos de cancelamento de viagem e extravio de bagagem (para citar alguns exemplos). Uso o seguro da Assist Card (vendido com desconto pela Real Seguros) há anos. Precisei utilizar 4 vezes durante minha volta ao mundo e sempre fui muito bem atendida. Você pode cotar com eles sem compromisso e, caso decida pela compra, pode pagar em 6 vezes sem juros no cartão ou com desconto de 5% no pagamento à vista.
Cada vez que você reserva algo com um dos nossos parceiros recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter atualizado e com novas dicas de viagem. Seguro viagem europa 728x90