Acabo de voltar de uma viagem pela Oceania e divido aqui o meu roteiro de 14 dias na Austrália. Já adianto que não foi o roteiro perfeito, mas foi o roteiro que consegui encaixar nos dias que eu tinha disponível e também o roteiro que se adequou aos voos que encontrei (fiz todos os trechos de avião). Eu também passei 6 dias nas ilhas Fiji, por isso o roteiro da Austrália ficou enxuto.

14 dias na Austrália: roteiro de viagem

Sempre tem alguém que vai falar que é pouco tempo, que a Austrália merece no mínimo 30 dias e blá blá blá. Eu concordo que a Austrália é sensacional e merece quantos dias você puder ficar, mas também acho que cada um programa a viagem do jeito que quer e pode. Meu roteiro foi um repeteco (reduzido) do que eu já tinha visitado na época que tinha morado lá. Foi perfeito? Não. Eu tive que ficar mais dias em determinadas cidades por causa dos voos. No meu roteiro ideal, teria cortado 2 dias em Airlie Beach se tivesse encontrado um voo mais barato. O ideal era ter entrado na Austrália via Sydney e ter saído por outra cidade, mas isso também não foi possível.

Sydney

No total fiquei 5 dias em Sydney (3 no começo e 2 no final). Eu já morei lá e é uma cidade que gosto muito. Nem sempre meus roteiros seguem uma ordem lógica (por exemplo, visitar regiões vizinhas), porque tudo depende da disposição e condições climáticas do dia.

Dia 1 – Sydney

Cheguei no hotel umas 10h30. Consegui um check-in antecipado no Holiday Inn Old Sydney (veja dicas de onde ficar em Sydney), tomei um banho e saí para explorar a região do hotel.

Dei uma volta por Circular Quay e fui andando até a City (centro de Sydney). Passei pelo Hyde Park, Town Hall, Martin Place, Queen Victoria Building.

onde ficar em sydney

Opera House

Dia 2 – Sydney

Acordei cedo e fui para Coogee. De lá fiz a famosa caminhada para Bondi Beach. Sempre prefiro começar a caminhada em Coogee e terminar em Bondi, porque o centro de Bondi é bem mais agitado. Almocei em Bondi Beach e voltei para Circular Quay. Explorei um pouco a região e fui andando para Milsons Point (o lugar que acho que tem a melhor vista da Opera House).

onde ficar em sydney

Bondi Beach

Dia 3 – Sydney

Nesse dia encontrei o Oscar do blog Viajoteca. Tomamos café da manhã na região The Rocks e de lá seguimos para o Royal Botanical Garden. Fomos andando até Darling Harbour e depois seguimos para o Fish Market (onde almoçamos). Voltamos a pé para Darling Harbour e de lá pegamos um ferry para Circular Quay. Pegamos outro ferry para Watsons Bay.

Nossa intenção era assistir o pôr do sol lá, mas percebemos que não seria um bom lugar. Andamos até o farol e de lá pegamos um Uber e descemos em Milk Beach. Fomos andando até Rose Bay, onde assistimos o pôr do sol. Na volta, pegamos um ferry até Circular Quay.

Peguei o voo às 22h para Melbourne.

Melbourne

Fiquei 3 dias inteiros na região de Melbourne e deixei essa parte do roteiro bem em aberto, porque dependia das condições climáticas para visitar os 12 Apóstolos. Decidi – em cima da hora – ir para Yarra Valley e no fim só sobrou 1 dia inteiro para Melbourne.

Se eu pudesse mudar algo nesse roteiro que fiz, eu teria ficado mais dias em Melbourne (foi o que fiz quando morava na Austrália).

Dia 4 – Melbourne

Acordei bem cedo para explorar ao máximo o centro de Melbourne. Fiquei no excelente Doubletree by Hilton na Flinders Street e fiz praticamente tudo a pé.

roteiro 14 dias na austrália

Os famosos grafites de Melbourne

Dia 5 – Yarra Valley

Tinha muita vontade de conhecer mais vinícolas em Yarra Valley (só tinha conhecido a Chandon). Como eu já tinha visto que a previsão do tempo para esse dia era de chuva, decidi dedicar esse dia inteiro para o passeio.

roteiro 14 dias na austrália

Yarra Valley no outono

Dia 6 – 12 Apóstolos

É um tour puxado para 1 dia, mas a previsão era de sol e minha mãe queria muito conhecer. Então acabei deixando um dia do roteiro só para os 12 Apóstolos.

Airlie Beach

Fiquei 4 dias inteiros em Airlie Beach (incluindo metade do dia na chegada e metade do dia na partida). Isso aconteceu só por causa dos voos. No roteiro ideal, teria ficado apenas 2 dias inteiros em Airlie Beach. Em um deles eu faria o passeio de 1 dia para Whitehaven Beach e no outro o voo panorâmico pelas Whitsundays e Barreira de Corais.

Dia 7 – Airlie Beach

Cheguei meio-dia na cidade. Aproveitei o dia para explorar o centrinho de Airlie Beach e a piscina do hotel onde me hospedei. Eu fiquei no Martinique, mas não curti muito. É um apart-hotel e não é ruim, o problema é que é uma subida e tanto para chegar lá e achei que os apartamentos (pelo menos o que fiquei) precisam de uma reforma, pois estão um pouco desgastados. Já o resort ao lado parece ser realmente top. O nome é Pinnacles. Minha indicação (apesar de não ter piscina) seria o Heart Hotel and Gallery Whitsundays.

Dia 8 – Airlie Beach

Passeio de 1 dia para Whitehaven Beach.

roteiro 14 dias na austrália

Dia 9 – Airlie Beach

Marquei o voo panorâmico para Whitehaven Beach e Barreira de Corais para o meio-dia. Acordei tarde nesse dia, esperei o transfer, fiz o voo panorâmico e depois fui dar uma volta no centrinho de Airlie Beach.

Dia 10 – Airlie Beach/Brisbane

Peguei o ônibus para o aeroporto às 13h. Fiz o check-out por volta das 10h, fiz uma longa caminhada por Airlie Beach, almocei com calma e voltei para o hotel para pegar a mala e o esperar o ônibus.

Brisbane

Acabou entrando no meu roteiro só por causa do voo para Fiji. No roteiro ideal dos 14 dias eu teria ficado uns 3 dias em Gold Coast. De todas as cidades que conheci na Austrália, Brisbane foi a que menos me impressionou (da outra vez fiquei 7 dias em Brisbane na casa de uma amiga).

Dia 11 – Brisbane

Foi o dia mais puxado da viagem. Acordei cedíssimo para conseguir explorar o máximo de pontos turísticos possíveis. Fiquei no Ibis Styles na Elizabeth Street, muito bem localizado. Fiz todos os passeios a pé.

Sydney

Passei 3 noites e 2 dias inteiros em Sydney na volta. Grande parte do dia 12 passei no avião voltando de Fiji.

Dia 12 – Fiji/Sydney

Depois de deixar as coisas no hotel e tomar um banho, fui conferir o Vivid Sydney (festival de luzes de Sydney). Aproveitei para jantar na região do hotel que fiquei (Holiday Inn Old Sydney): The Rocks.

roteiro 14 dias na austrália

Vivid Sydney 2017

Dia 13 – Sydney

Fui para Manly e Shelly Beach e depois voltei para Circular Quay. Peguei o ferry até Darling Harbour e de lá fui andando até o Paddy’s Market (melhor lugar para comprar souvenir e malas baratas). Aproveitei para conferir o Vivid Sydney em Darling Harbour.

 

Dia 14 – Sydney

No último dia da viagem, resolvi dar uma volta pelas regiões onde morei: Double Bay e Darling Harbour e fazer umas últimas comprinhas na City. Também passei por Kings Cross.

Outra sugestão de roteiro 14 dias na Austrália

O roteiro que acredito ser ideal para quem só tem 14 dias na Austrália e quer conhecer as principais cidades da costa leste conhecer seria esse:

4 dias em Sydney

4 dias em Melbourne

4 dias na Gold Coast

2 dias em Airlie Beach (se quiser pegar um dos veleiros, recomendo ficar 3 dias em Airlie Beach e cortar 1 dia na Gold Coast).

Leia mais sobre a Austrália

Tax free na Austrália: veja como funciona o reembolso

Como conseguir o Working Holiday Visa da Austrália

10 coisas que a Austrália me ensinou

*Foto em destaque retirada do site Shutterstock.

Importante

Lembrou do seguro viagem? Ele é muito importante e obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e também em Cuba e Venezuela. Nos demais países também é recomendável a contratação, pois não podemos prever incidentes. Leia sobre minha internação na Tailândia. No caso dos Estados Unidos, por exemplo, o custo médico diário de uma internação fica na faixa dos U$2.000 (caríssimo). Para os EUA a contratação de um seguro com cobertura de U$1 milhão não é exagero. Além disso, o seguro é super útil nos casos de cancelamento de viagem e extravio de bagagem (para citar alguns exemplos). Uso o seguro da Assist Card há anos (faça sua cotação). Precisei utilizar 4 vezes durante minha volta ao mundo e sempre fui muito bem atendida. Você pode cotar com eles sem compromisso e, caso opte pela contratação, ainda tem 5% de desconto utilizando o cupom PRECISOVIAJAR5.
  Cada vez que você reserva algo com um dos nossos parceiros recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter atualizado e com novas dicas de viagem. Comparar