Fiji não é um destino muito popular entre os brasileiros e é difícil encontrar informações de como planejar uma viagem para Fiji. As ilhas Fiji ficaram famosas por causa dos filmes Lagoa Azul e Náufrago que foram gravados lá. Praias paradisíacas, povo simpático e acolhedor, Fiji é realmente um paraíso. Uma pena que um paraíso tão distante do Brasil.

Como planejar uma viagem para Fiji

Para quem está saindo do Brasil, a melhor opção é fazer uma ‘dobradinha’ Fiji + Austrália ou Fiji + Nova Zelândia.

Da Austrália para Fiji, você pode voar com as companhias Fiji Airways, Jetstar, Virgin e Qantas.

Da Nova Zelândia para Fiji, você pode voar com as companhias Fiji Airways e Air New Zealand.

✓ Viaje tranquilo

Encontre o seguro viagem mais barato. Use o código PRECISOVIAJAR5 para ganhar desconto.

Reserve seu hotel com condições especiais e sem taxa de reserva.

viagem para Fiji

Melhor época para conhecer as ilhas Fiji

A melhor época para conhecer as ilhas Fiji é durante a época seca que compreende os meses de maio a outubro. Só fique atento, porque os meses de junho a setembro fazem parte da alta temporada. Julho em especial é um mês de altíssima temporada, então reservar com bastante antecedência é fundamental.

A época chuvosa vai de novembro a abril, mas os meses de dezembro e janeiro também são meses de alta temporada (mesmo durante o período chuvoso), porque são meses de férias escolares na Austrália e Nova Zelândia.

O que levar na mala

Roupas leves, roupa de banho, chinelos, chapéu, boné, óculos de sol e muito protetor solar e repelente. Sapatos de proteção para os corais também são bem vindos.

Visto & Vacinas

Brasileiros e europeus (para aqueles que, como eu, possuem dupla cidadania) não precisam de visto para visitar as ilhas Fiji.

Importante: brasileiros precisam apresentar o certificado internacional de vacinação contra febre amarela.

Como se locomover nas ilhas Fiji

Como são muitas as ilhas (mais de 300), a melhor forma (e mais barata) para se locomover entre as ilhas é de barco. Veja os ferries da Awesome Adventures que vão para as ilhas Mamanuca e Yasawa. Alguns hotéis ainda oferecem barcos fretados. Há também helicópteros e hidroaviões, mas o custo é bem mais elevado.

viagem para Fiji

Hidroavião. É caro, mas é uma experiência e tanto.

Hospedagem nas ilhas Fiji

Pode não parecer, mas Fiji é um destino bem democrático. Há realmente opções de hospedagem para todos os bolsos. Desde hostels (albergues) a hotéis luxuosíssimos que custam mais de U$2.000 a diária. E há ainda muitos hotéis que abrem um ou dois quartos e os transformam em quartos coletivos, possibilitando que turistas com orçamentos mais apertados se hospedem em um hotel e aproveitem da infraestrutura (piscina, praia, restaurantes).

viagem para Fiji

Vista do hotel Sheraton Tokoriki

Como se comunicar

Em inglês. Os nativos possuem um nível muito bom de inglês e não há problemas para se comunicar nessa língua.

Moeda

A moeda oficial das ilhas Fiji é o dólar de Fiji. Como você não vai encontrar essa moeda no Brasil, a melhor opção é levar dólar australiano ou dólar neozelandês. Se você combinar a viagem de Fiji com Austrália ou Nova Zelândia, poderá fazer a troca em alguma das inúmeras casas de câmbio espalhadas pelas ruas das principais cidades da Austrália e Nova Zelândia. Caso não consiga, há uma casa de câmbio Western Union dentro do aeroporto de Nadi (principal aeroporto de Fiji) e você poderá efetuar a troca lá.

 

Importante

Lembrou do seguro viagem? Ele é muito importante e obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e também em Cuba e Venezuela. Nos demais países também é recomendável a contratação, pois não podemos prever incidentes. Leia sobre minha internação na Tailândia. No caso dos Estados Unidos, por exemplo, o custo médico diário de uma internação fica na faixa dos U$2.000 (caríssimo). Para os EUA a contratação de um seguro com cobertura de U$1 milhão não é exagero. Além disso, o seguro é super útil nos casos de cancelamento de viagem e extravio de bagagem (para citar alguns exemplos). Uso o seguro da Assist Card há anos (faça sua cotação). Precisei utilizar 4 vezes durante minha volta ao mundo e sempre fui muito bem atendida. Você pode cotar com eles sem compromisso e, caso opte pela contratação, ainda tem 5% de desconto utilizando o cupom PRECISOVIAJAR5.