Home Destinos InternacionaisEuropaSuíçaBroc Fábrica de chocolate suíço Maison Cailler

Fábrica de chocolate suíço Maison Cailler

por Fernanda

Atualizado em

Visitar uma fábrica de chocolate suíço é um dos desejos de boa parte dos viajantes, afinal quando você pensa em Suíça, qual é a primeira coisa que vem no seu pensamento? Certamente é ou chocolate ou queijo, certo? E o melhor de tudo é que você pode visitar uma fábrica de chocolate suíço e uma de queijo no mesmo dia.

No meu caso optei só pela de chocolate mesmo. Meu cronograma estava bem apertado e, nesse dia especificamente da visita à fábrica de chocolate suíço da Cailler, estava chovendo, eu acordei tarde, perdi o trem e lá se foi o roteiro do dia.

Fábrica de chocolate suíço Maison Cailler

Marca Maison Cailler

É a marca suíça mais antiga de chocolate. François-Louis Cailler teve seu primeiro contato com o chocolate em Turim na Itália e quando voltou para a Suíça abriu sua primeira fábrica em Vevey, região francesa. O grande diferencial é que até então apenas o chocolate líquido era comercializado e Cailler desenvolveu o chocolate em barras.

Um tempo depois, ele abriu sua segunda fábrica e acabou vendendo depois para o seu filho Julian e o seu genro Daniel Peter. O Daniel também teve uma participação importante na história do chocolate suíço, pois inventou o chocolate ao leite. Nesse meio tempo de “descobertas”, eles ainda se uniram a Charles-Amédée Kohler, o inventor do chocolate com avelã. Foi aí que surgiu a empresa “Peter, Cailler, Kohler”. Esse foi o começo de um sucesso: os chocolates suíços, considerados os melhores tabletes (barras) do mundo.

Depois de uma trajetória de sucesso, a Cailler em 1929 é comprada pela gigante Nestlé. Hoje a marca é considerada a linha de luxo da Nestlé.

Como chegar na fábrica de chocolate suíço Cailler

A fábrica fica na região francesa de Gruyère (a do queijo), mais precisamente em Broc. Você consegue chegar lá de trem, sem problemas. Eu estava em Zurique, peguei o trem até Berna e de lá outro trem até Bulle. Em Bulle peguei o trem regional para Broc – Fabrique. O trajeto todo levou 2 horas e 22 minutos. As paisagens de Bulle até Broc são de tirar o fôlego.

O único porém desse trajeto é que os trens de Bulle até Broc são regionais e passam de hora em hora. Então, se por ventura o seu tour da fábrica terminar logo depois que o trem passou, você tem que esperar mais uma hora pelo próximo. Foi o que aconteceu comigo. E como a vila é minúscula não tem muito o que fazer. Até dei uma espiada na loja “de fábrica” de chocolates Nestlé que fica ao lado da estação e comprei algumas coisinhas, mas nada que me fizesse ficar uma hora dentro da loja.

fábrica de chocolate suíço

Quanto custa a visita da fábrica de chocolate suíço Cailler

Paguei 12 francos em abril de 2016. Não fiquei muito tempo na fila para comprar o ingresso. Vale lembrar que era baixa temporada.

Como é a visita da fábrica de chocolate suíço Cailler

A visita é interativa e é feita em grupos. Você pode escolher uma das línguas (inglês, francês, italiano, espanhol, alemão) para citar algumas. Logo na entrada você vê muitas propagandas antigas da marca Cailler.

Depois, você é apresentado à história do chocolate, uma história que começou lá com os astecas no México. Algumas coisas que achei bem legal e não sabia: no começo o chocolate (em forma de bebida) era oferecido apenas aos homens, por ser muito forte. Com o passar dos anos tornou-se uma bebida “da moda” no meio aristocrático. Parece até que a Maria Antonieta pediu um chocolate quente para ser sua última refeição. Cabe pontuar que essa parte da visita é meio “Disney”, com um pouco de teatro e alguns efeitos especiais (as crianças piram). Aliás, se você estiver viajando com crianças, a visita à fábrica da Cailler é um programa imperdível.

Como já trabalhei alguns anos em uma empresa que produzia chocolates, meu interesse era mesmo na fábrica. Talvez por isso essa parte tenha sido bem decepcionante para mim. Como já entrei em fábricas aqui no Brasil, esperava ver a diferença de uma fábrica na Suíça. E você vê muito pouco (muito pouco mesmo) da linha de produção.

fábrica de chocolate suíço

Linha de produção

E a parte final é a degustação. Você pode comer o que quiser, quantas vezes quiser. Minha dica: leve uma garrafinha de água para poder se acabar nos chocolates. Eu não aguentei comer muitos chocolates, pois foi me dando sede. Ou seja, no meu caso os 12 francos do ingresso não se pagaram, porque comi uns 5 ou 6 bombons no máximo. Mas se você é realmente chocólatra vai converter todo o valor do ingresso em chocolates :-).

fábrica de chocolate suíço

fábrica de chocolate suíço

Loja Cailler: vale a pena comprar os chocolates lá?

A loja é enorme e tem uma variedade realmente impressionante de chocolates. Minha recomendação é que você faça o tour, faça a degustação lá dentro e só depois compre os chocolates na loja. Dessa maneira você já terá seus sabores preferidos e saberá quais valem e quais não valem a pena.

fábrica de chocolate suíço

 

A loja oferece boas promoções do tipo “compre 5 e ganhe 1”. A ideia é fazer com que você realmente compre muitos chocolates. Achei os preços bons (para o padrão Suíça, obviamente).

fábrica de chocolate suíço

De qualquer maneira, achei os preços do outlet da Lindt (próximo a Zurique) um pouco mais baratos. Vai do gosto de cada um, obviamente. Gostei bastante dos chocolates da Cailler (nunca tinha comido), mas faço parte do #TeamLindt (imbatível na minha opinião). Na dúvida, compre um pouco de cada marca.

Informações

Site oficial: https://cailler.ch/en/maison-cailler/la-chocolaterie-suisse/

Rue Jules Bellet 7, 1636 Broc. (Pegar o trem para Broc Fabrique).

Vai para a Suíça? Veja alguns posts que podem te interessar

Suíça de trem: veja como funciona o Swiss Travel Pass

Roteiro 5 dias Suíça

Suíça e seus belos clichês

 

Deixe um Comentário