Home Destinos InternacionaisEuropaPortugalLisboa Lisboa com chuva

Lisboa com chuva

por Fernanda

Atualizado em

Lisboa com chuva: o que fazer? Com toda a certeza, isso é algo que ninguém quer durante a viagem, mas infelizmente não podemos controlar a mãe natureza. Assim sendo, deixo aqui uma sugestão de o que fazer em Lisboa com chuva. Nem mesmo a chuva consegue atrapalhar esse roteiro.

Lisboa com chuva: o que fazer?

Antes de mais nada, quero dizer que uma coisa que eu faço antes de todas as minhas viagens é acompanhar a previsão do tempo muitos dias antes de eu efetivamente viajar. E vou montando roteiros que se encaixem tanto em dias ensolarados como em dias chuvosos. Só para exemplificar: deixo alguns lugares “na manga”, que são justamente aqueles lugares que podem ser visitados em dias de sol e dias de chuva.

Se acaso a chuva aparecer em um dos dias da minha viagem, concentro meu roteiro do dia chuvoso na visita a esses lugares que deixei “na manga”.

lisboa com chuva: o que fazer
Lisboa em um dia de chuva. Foto: Shutterstock por eFesenko

O que visitar em Lisboa com chuva: Museus

Boa parte dos museus independe de “clima bom”, já que são – em sua maioria – lugares fechados. Lisboa oferece ótimas opções de museus que podem ser visitados durante dias chuvosos. Seguem algumas sugestões:

MAAT

O Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia de Lisboa (MAAT) pode ser visitado em dias de chuva. O museu foi inaugurado recentemente, em 2016, e impressiona por conta de sua arquitetura. O acervo do MAAT conta com obras de mais de 250 artistas portugueses.

Site: https://www.maat.pt/pt

Horário de funcionamento: das 11h às 19h. O MAAT não abre às terças-feiras e nos dias 1º de Janeiro, 1º de Maio e 25 de dezembro.

Como chegar:

Ônibus (autocarro): linhas  728, 714, 727, 729, 751.
Bonde (Elétrico): 15E
Trem (Comboio): Linha de Cascais: descer na Estação Belém.

maat lisboa
MAAT

Museu Nacional dos Coches

Bem como o MAAT, o Museu nacional dos Coches também é uma ótima pedida para você visitar em dias chuvosos em Lisboa. E eles estão próximos um do outro. Com sua coleção de carruagens dos séculos 17 a 19, o Museu Nacional dos Coches impressiona.

Site: http://museudoscoches.gov.pt/pt/

Horário de funcionamento: terça a domingo das 10h às 18h. O Museu Nacional dos Coches não abre às segundas-feiras, 1º de Janeiro, 1º de Maio, domingo de Páscoa, 13 de junho, 24 e 25 de dezembro.

Endereço: Av. Brasília, s/n.

Como chegar:

Ônibus (autocarro): linhas 28, 714, 727, 729, 751. 
Bonde (Elétrico): 15E
Trem (Comboio): Linha de Cascais: descer na Estação Belém.

Museu Nacional dos Coches. Foto: Shutterstock por Zabotnova Inna

Museu Nacional do Azulejo

Eu nem sou muito fã de museus, entretanto vale a pena conhecer o Museu Nacional do Azulejo. O antigo convento manuelino posteriormente deu lugar ao Museu Nacional do Azulejo que revela 500 anos de história de Portugal. Imperdível: Sala de Grande Vista de Lisboa, no segundo andar. Há um painel panorâmico do pintor espanhol Gabriel de Barco que retrata a Lisboa antes do terremoto de 1755.

Site: http://www.museudoazulejo.gov.pt/

Horário de funcionamento: Terça a Domingo das 10h às 18h. O museu não abre às segundas, feriados do Ano Novo, Domingo de Páscoa, 1º de Maio, 13 de Junho e 25 de Dezembro.

Endereço: Rua Madre de Deus, 4.

Como chegar: Ônibus (autocarro): linhas 718, 742, 794 ou linhas 28 ou 759 que param na Av. Infante D. Henrique (a 5 minutos do Museu Nacional do Azulejo).

museu nacional do azulejo
Museu Nacional do Azulejo. Foto: Shutterstock por s4svisuals

 Dica:  

O Museu Nacional do Azulejo e o Museu Nacional dos Coches estão incluídos no Lisboa Card, o passe turístico de Lisboa, que inclui transporte público ilimitado e acesso grátis a algumas atrações. Os passes custam a partir de 20 euros. Compre já o seu Lisboa Card.


Museu Calouste Gulbenkian

O Museu Calouste Gulbenkian reúne o acervo do colecionador de arte Calouste Sarkis Gulbenkian. É um museu bastante interessante e fechado, por consequência também é uma ótima opção para dias chuvosos.

Site: https://gulbenkian.pt/museu/

Horário de funcionamento: segundas, quartas, quintas, sextas, sábados, domingos das 10h às 18h.

O museu não abre às terças, 1 de janeiro, Domingo de Páscoa, 1º de Maio e 25 de dezembro.

O Museu Calouste Gulbenkian oferece entrada gratuita aos domingos após às 14h.

Endereço: Avenida de Berna, 45.

Como chegar:

Metrô – estações São Sebastião ou Praça de Espanha.

Ônibus (autocarro): linhas 716, 726, 756 (Av. de Berna), 746 (Av. António Augusto de Aguiar) e 713, 742 (Rua Marquês da Fronteira).

Museu Calouste Gulbenkian
Museu Calouste Gulbenkian. Foto: Shutterstock por Giancana

 Leia também  
  • Roteiro 3 dias em Lisboa
  • Passeios bate-volta de Lisboa
  • Roteiro Portugal e Espanha

  • O que fazer em Lisboa com chuva: Gastronomia

    Assim, se São Pedro não colaborar na previsão do tempo, não tem problema, já que Lisboa colabora (e muito) nas opções gastronômicas.

    bacalhau em lisboa
    Mercado da Ribeira

    Mercado da Ribeira - Time Out Market

    O mercado Time Out da Ribeira é uma ótima opção para você visitar em dias chuvosos. É coberto, amplo e tem ótimas opções de restaurantes de chefs portugueses famosos a preços convidativos. E fica bem na frente da estação do metrô.

    Dica: aproveite para experimentar o pastel de nata da Manteigaria. Na minha opinião, esse é o melhor pastel de nata de Portugal (embora o pastel da Confeitaria Pastéis de Belém seja mais famoso).

    Site: https://www.timeoutmarket.com/lisboa/

    Endereço: Av. 24 de Julho s/n.

    Horário de funcionamento: de domingo a quarta das 10h até meia-noite e de quinta a sábado das 10h até às 2h.

    Como chegar: Estação de trem (comboio)/ferry e metrô: Cais do Sodré.

    lisboa com chuva: o que fazer
    Mercado da Ribeira. Time Out Market.

    Mercado de Campo de Ourique

    O Mercado de Campo de Ourique não é tão famoso como o Mercado da Ribeira, mas é tão bom quanto seu primo famoso. Na minha opinião é até melhor. Outra vantagem é que ele é mais barato que o Time Out.

    Site: https://mercadodecampodeourique.pt/

    Endereço: Rua Coelho da Rocha, 104.

    Como chegar: Bonde (elétrico) 25E ou 28 sentido Praça de Ourique. Desça na parada Igreja Santo Condestável. O mercado fica atrás dessa igreja. Também é possível chegar de ônibus (autocarro). Linhas 709 e 774.

    mercado de campo de ourique
    Mercado de Campo de Ourique

    Coisas para fazer em Lisboa com chuva: Compras

    Shopping Colombo

    Então, outra opção para dias chuvosos é fazer umas comprinhas. Há ótimas opções de shoppings na capital portuguesa.

    Meu shopping preferido em Lisboa é o Shopping Colombo. É enorme e tem muitas lojas de marcas adoradas pelos brasileiros.

    Como chegar: pegue a linha azul do metrô e desça na estação Colégio Militar/Luz. Tem uma saída chamada “Centro comercial Colombo”. Basta subir umas escadas e você já estará dentro do shopping.

    shopping colombo lisboa
    Shopping Colombo

    Shopping Vasco da Gama

    Outro shopping que vale a visita em Lisboa é o Vasco da Gama. É um dos shoppings mais bonitos que conheço. Ele é um pouco mais afastado do centro histórico, mas também dá para chegar de metrô. Dica: ainda nesse lado moderno de Lisboa, vale muito a pena contemplar a belíssima estação de trem Oriente.

    Como chegar: pegue a linha vermelha do metrô e desça na estação Oriente. Depois, siga as placas com as indicações “Centro Comercial Vasco da Gama”. 

    lisboa com chuva: o que fazer
    Shopping Vasco da Gama

     Leia também  

    Lisboa com crianças

    E, se você está viajando com crianças, a chuva não precisa atrapalhar seu roteiro. Lisboa também oferece boas atrações para os pequenos que podem ser visitadas tranquilamente em dias de chuva. Seguem as principais:

    Oceanário de Lisboa

    Localizado na área mais moderna de Lisboa, Parque das Nações, o Oceanário de Lisboa é o segundo maior aquário da Europa. São cerca de 8.000 animais e plantas de mais de 500 espécies. Ele é dividido em quatro partes, que representam o Atlântico Norte, Oceano Antártico, Pacífico Temperado e o Oceano Índico Tropical. Mas o grande destaque é mesmo o aquário central.

    O Oceanário é gigante e agrada também os adultos. Não perca tempo e compre agora o ingresso do Oceanário de Lisboa.

    Como chegar: pegue a linha vermelha do metrô e desça na estação Oriente. Depois, siga as direções para o Parque das Nações. 

    oceanário de lisboa
    Oceanário de Lisboa. Foto: Shutterstock por Dima Moroz

    Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva

    O Pavilhão do Conhecimento é um museu interativo dedicado à ciência e uma atração bastante popular entre as crianças. O museu conta com diversas exposições temáticas voltadas para crianças de diferentes idades. Ele fica localizado na mesma área do Oceanário, então você pode visitar os dois no mesmo dia.

    Como chegar: pegue a linha vermelha do metrô e desça na estação Oriente. Depois, siga as direções para o Parque das Nações. 

    pavilhão do conhecimento lisboa
    Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva. Foto: Shutterstock por ELEPHOTOS


    Lembrou do seguro viagem? Ele é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen. Nos demais países também é recomendável a contratação, pois não podemos prever incidentes. Leia sobre minha internação na Tailândia. No caso dos Estados Unidos, por exemplo, o custo médico diário de uma internação fica na faixa dos U$2.000 (caríssimo). Além disso, o seguro é super útil nos casos de cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Você pode cotar na Seguros Promo sem compromisso e, caso opte pela contratação, ainda tem um desconto extra de 5% utilizando o cupom PRECISOVIAJAR5.


    Cada vez que você reserva algo com um dos nossos parceiros recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter atualizado e com novas dicas de viagem.

    19 comentários
    0

    Artigos Relacionados

    19 comentários

    Fabíola Moura 3 de novembro de 2019 - 22:32

    Não sei do que gostei mais, das dicas de museus, gastronomia ou de compras. Certamente dá pra aproveitar Lisboa até com chuva. Boas sugestões.

    Reply
    Fernanda 3 de novembro de 2019 - 23:53

    Com certeza dá para aproveitar Lisboa com chuva. A gente prefere o sol obviamente, mas não podemos deixar a chuva atrapalhar nossos planos de viagem.

    Reply
    Cintia Grininger 4 de novembro de 2019 - 11:38

    Museus e restaurantes são sempre ótimas opções para dias chuvosos, em qualquer lugar, e pelo jeito Lisboa dispõe de muitas alternativas maravilhosas nesses quesitos. Planejo uma viagem à Portugal há anos e toda vez que vejo um post assim me dá ainda mais vontade de conhecer o país!

    Reply
    Fernanda 4 de novembro de 2019 - 22:42

    Sim, tem muito lugar legal em Lisboa que dá para ser visitado em dias chuvosos.

    Reply
    Ruthia 4 de novembro de 2019 - 13:37

    Sabe que ainda não conheço o MAAT? Vou sempre a Lisboa com o tempo contado e a família cobra visitas e jantares, então o tempo não dá para tudo. Ótimos programas para as crianças, também. Só tiraria os shoppings da lista: não sou fã, de uma maneira geral, mas em dias de chuva ficam demasiado apinhados.

    Reply
    Fernanda 4 de novembro de 2019 - 22:40

    O MAAT é incrível. Vale muito a pena conhecer.

    Reply
    Nathalia Tosto 4 de novembro de 2019 - 15:12

    Adoro esse tipo de post!
    Eles são uma mão na roda quando a gente está turistando e o tempo fecha.
    Adorei as dicas e fiquei conhecendo vários lugares que eu nem sabia que existia.
    Post salvo para a próxima viagem para Lisboa

    Reply
    Fernanda 4 de novembro de 2019 - 22:39

    Sim, tem muito lugar legal e que dá para visitar quando chove em Lisboa. Os museus, em especial, são ótimos.

    Reply
    Fernanda Scafi 4 de novembro de 2019 - 16:41

    Não curto turistar com chuva, mas às vezes não tem jeito né? Adoooro apelar pros museus qnd isso acontece. Já conheci alguns lugares do post e AMEI o Museu dos Azulejos, mas tem bastante coisa aí q não conheço… ainda!

    Reply
    Fernanda 4 de novembro de 2019 - 22:38

    Não, já peguei viagens que choveu 1 semana inteira. Imagina se eu tivesse ficado no hotel dormindo?

    Reply
    Andrea 4 de novembro de 2019 - 16:53

    Pelo sim pelo não sempre carrego capas de chuva na mala, mas realmente os museus salvam nos dias de chuva mais intensa. Adorei as dicas para Lisboa, dos citados só conheço o Oceanário, que é muito legal.

    Reply
    Fernanda 4 de novembro de 2019 - 22:37

    Eu sou curitibana, então tenho o hábito de levar o guarda-chuva mesmo. rs

    Reply
    Marcia Picorallo 5 de novembro de 2019 - 08:01

    Nossa, que lista legal de lugares para ir em Lisboa em dia de chuva! Confesso que deixo de ir a lugares fechados para curtir os dias bonitos, então um pouco de chuva sempre cai bem. Que edifício lindo este do Museu do Azulejo!

    Reply
    Juliana 5 de novembro de 2019 - 09:58

    Realmente, o tempo é algo que não podemos controlar né? Muito bom ter um roteiro como o seu na manga pra poder mudar os planos. E museus são sempre ótimas opções mesmo hein? Eu já adoro! Gostei que colocou opções com as crianças também.

    Reply
    Fernanda 5 de novembro de 2019 - 10:10

    Museus são sempre ótimas opções para dias chuvosos, mas felizmente não são as únicas opções.

    Reply
    Suriàn Dupont 5 de novembro de 2019 - 10:11

    Sabe que eu gosto tanto de Lisboa que acho q não iria me importar em sair na chuva. Mas estás tuas dicas são super importantes para quem não curte se molhar. Afinal de contas tem Lisboa para tudo que é tempo, né?!

    Reply
    Fernanda 6 de novembro de 2019 - 08:29

    Sim, Lisboa tem atração para todo tipo de clima.

    Reply
    Mari Couto 5 de novembro de 2019 - 20:41

    Acabo de enviar seu post para uma amiga que está indo para Lisboa em Dezembro e sempre pega chuvas nas viagens.

    Reply
    Fernanda 5 de novembro de 2019 - 22:23

    Obrigada pelo compartilhamento. Mas que azar da sua amiga.

    Reply

    Deixe um Comentário