Home Destinos InternacionaisEuropaInglaterraLondres London Eye, como é o passeio e qual ingresso comprar

London Eye, como é o passeio e qual ingresso comprar

por Fernanda

Atualizado em

London Eye é uma das minhas atrações preferidas em Londres.  Ela é a quarta maior roda-gigante do mundo e a roda-gigante mais alta do Hemisfério Norte. Ela atrai 3,5 milhões de visitantes por ano.  É a atração paga mais visitada do Reino Unido.

Com 135 metros de altura, a London Eye permite uma visão privilegiada de Londres e serve de observatório da cidade.  É essa visão privilegiada que me faz gostar tanto dessa roda-gigante.

Tudo sobre a London Eye

História

A London Eye foi um projeto resultante de uma competição publicada pelo Jornal The Sunday Times, no início da década de 90, que tinha como objetivo encontrar um projeto grandioso o suficiente para marcar a virada do século e a entrada do novo milênio.

O projeto foi assinado pela dupla de arquitetos, David Marks e Julia Barfield que propuseram a construção de uma enorme roda-gigante que proporcionaria a observação da cidade de Londres sob uma perspectiva diferente da então conhecida até aquele momento.

Nenhum vencedor foi anunciado, mas a dupla resolveu prosseguir com a construção da roda-gigante com o patrocínio da companhia aérea British Airways. Quando a sua construção foi autorizada, ficou decidido que ela seria um projeto temporário, ou seja, a roda gigante deveria ser desmontada após um prazo determinado, de cinco anos após a sua inauguração. Ela foi lançada oficialmente em 2000.

Só que ela fez tanto sucesso e atraiu tantos turistas, além de ajudar a movimentar a economia e comércio local, que nunca foi desmontada. Hoje é peça permanente de Londres e um dos cartões postais mais famosos da cidade. Hoje a patrocinadora oficial é a Coca-Cola.

No total são 32 cápsulas numeradas que representam os 32 distritos de Londres.

london eyeLondon Eye – como chegar

Indo de metrô, que é bastante sinalizado e fácil de usar, há duas opções: 1) Estação Waterloo (linhas Bakerloo, Jubilee, Northern, Waterloo & City) e 2) Estação Westminster (linhas Jubilee, Circle e District). Caso opte por chegar pela estação Westminster, já na saída da estação você verá o Big Ben (atualmente em reforma). Continue andando em direção ao rio Tâmisa e lá estará ela – a London Eye.

É possível também chegar ao monumento pelas linhas de ônibus de números 211, 77 e 381. Nesse caso, se informe quanto ao ponto em que deverá descer ou fique atento à sinalização da parada.

Endereço: Riverside Building, County Hall, Westminster Bridge Road, London, SE1 7PB

Site oficial: https://www.londoneye.com/

London Eye – como é o passeio

“The view you’ll never forget” (a vista que você nunca irá esquecer), já anuncia a propaganda. E é verdade. É uma vista panorâmica para impressionar qualquer um. E, quanto mais claro estiver o dia, mais longe você conseguirá ver. O problema é que sol em Londres não é algo tão comum, então minha dica é: acompanhe a previsão do tempo antes da viagem. Tente programar a sua visita para um dia ensolarado. Se já no primeiro dia tiver sol, não hesite: vá até a London Eye.

E se não tiver sol? Vale a pena? Eu acredito que só não vale a pena se o dia estiver realmente muito fechado (ou com muita neblina ou com muita chuva).

Ao todo são 32 cápsulas e em cada uma delas cabem 25 pessoas. Ou seja, em uma volta completa, a London Eye consegue levar 800 visitantes ao mesmo tempo. A volta completa dura meia-hora. Esqueça aquelas rodas-gigantes tradicionais, porque a London Eye não é como elas. Você nem sente que está rodando. Ela roda bem devagar e tem muita estabilidade.  Você não tem nenhuma sensação de balanço.

london eye

Uma das cápsulas

As cápsulas são de vidro e cada uma pesa 10 toneladas. Você pode ficar perto do vidro ou sentar (há bancos dentro das cabines). Como eu já disse, a volta toda dura 30 minutos e você tem vistas 360 de Londres que são realmente incríveis. No ponto mais alto, Londres chega a parecer uma maquete.

Os pontos turísticos mais fotografados são o Parlamento e o Big Ben (a vista aérea é realmente maravilhosa, mas no momento anda bem prejudicada com a reforma do Big Ben), mas da London Eye você consegue ver também: o The Shard (prédio mais alto de Londres), a Catedral de St. Paul, o rio Tâmisa e suas diversas pontes e todo o skyline da região de South Bank. Em dias bastante abertos e ensolarados é possível até avistar o Castelo de Windsor que fica a 40 km de distância. Incrível, não?

Se você tiver disponibilidade de tempo e o dia estiver ensolarado, sugiro fazer seu passeio um pouco antes do pôr do sol.

london eye londres

Vista do Big Ben (antes da reforma) e Parlamento

London Eye – qual ingresso comprar

Os ingressos para a London Eye podem ser adquiridos no local, mas com os problemas das longas filas para visitar a atração eu sugiro comprar o ingresso online. Os ingressos custam a partir de 27 libras e incluem o “4D Experience”. É um filminho de uns 5 minutos e mostra imagens aéreas de Londres. Eu gostei, mas se estiver sem tempo e não conseguir assistir ao 4D Experience não é algo tão essencial assim.

Existe também a opção de comprar o ingresso pagando um pouco mais e ter acesso a uma entrada exclusiva e sem filas. No caso do ingresso fura-filas você tem que escolher data e hora para o “voo” (é estranho, mas é assim que eles chamam a volta na roda-gigante – “um voo por Londres”).

 

Saiba que as filas da London Eye podem durar horas, especialmente nos finais de semana e dias ensolarados. Minha recomendação caso não opte pelo ingresso fura-fila é visitar a atração entre segunda e sexta-feira, pois há um pouco menos turistas. Reforço o ponto que essa é a atração paga mais visitada do Reino Unido, então sempre há milhares de turistas. A ideia é tentar ir em um dia um pouco mais tranquilo.

Se você está pensando em visitar outros pontos turísticos em Londres como, por exemplo, o museu de cera Madame Tussauds, a Abadia de Westminster, a Catedral de St. Paul, ou fazer um passeio de barco pelo rio Tâmisa, acho que é interessante considerar a compra do London Explorer Pass. Fica mais barato comprar esse passe do que comprar todos os bilhetes das atrações separadamente.

Há também opções de ingressos que incluem taças de champanhe, passeio em cápsulas privativas (para pequenos grupos), passeio combinado com um cruzeiro no Rio Tâmisa, entre outros.

Eu já fiz o passeio na London Eye algumas vezes, principalmente na época que morei em Londres. Quando amigos e familiares me visitavam, praticamente todos queriam ir até a roda-gigante. Algumas vezes fiquei na fila e em outras comprei o ingresso online. Da última vez que estive em Londres decidi ir até a London Eye de última hora e acabei comprando o ingresso na hora. Amarguei um bom tempo na fila, ou melhor, nas filas. Primeiro teve a fila para comprar o ingresso. Depois a fila para efetivamente entrar na cápsula. Esta última é ao ar-livre e pode ser bem desconfortável se estiver muito frio ou muito calor (coisa rara em Londres, mas acontece algumas semanas do ano). Fiquei bastante tempo na fila para entrar nas cápsulas, pois o pessoal do ingresso fura-fila passa na frente dos demais.

De fato o ingresso fura-fila não é barato, afinal a libra esterlina é uma moeda bastante cara. Mas pensando na economia de tempo eu ainda acho é um investimento válido. A região de South Bank é lindíssima e tem tanta coisa para explorar nas redondezas que acho que não vale a pena perder horas do seu dia em Londres em uma fila.

Sem contar que comprando o ingresso antecipadamente você consegue adiantar alguns custos antes da viagem propriamente dita. Com essa oscilação constante do câmbio, eu tenho procurado pagar o máximo de coisas possíveis antes da viagem para viajar com praticamente tudo pago e durante a viagem só me preocupar com os gastos de alimentação,  transporte e eventuais compras – veja onde fazer compras em Londres.

london eye

Londres parece até uma maquete vista da London Eye

Melhor época para visitar a London Eye

Eu acho que visitar a roda-gigante vale a pena em qualquer época do ano. A vista que se tem lá de cima realmente impressiona.

Diria que não existe uma melhor época para visitar a London Eye e sim melhores dias. Para garantir uma melhor vista o ideal é, como já falei, fazer o passeio nos dias mais abertos sem neblina e névoa. Por isso repito a dica de acompanhar freneticamente a previsão do tempo antes da viagem para saber quais dias da sua viagem estarão ensolarados para encaixar a visita da London Eye em um desses dias.

Saiba também que o horário da tarde, principalmente o que antecede o pôr do sol é sempre muito concorrido, então se você pretende subir perto desse horário é bom garantir o ingresso com antecedência, para não correr o risco de ver o pôr do sol da fila.

London Eye – horário de funcionamento 2019

A London Eye abre diariamente com exceção do dia 25 de dezembro (Natal). Além disso, ela fecha algumas semanas do ano para manutenção. No caso de 2019, ela ficou fechada entre os dias 7 e 22 de janeiro.

A bilheteria abre às 9h30, mas a primeira rotação acontece às 10h00. A última rotação varia de acordo com a época do ano, mas é entre 18h e 21h30, com exceção do dia 24/12, que a última rotação ocorre às 17h30 e dia 31/12 que a última rotação ocorre às 15h30.

Portanto, atente-se ao horário de funcionamento da London Eye nos dias em que estiver em Londres, visto que a atração funciona em horários diferentes dependendo da época do ano. Para mais informações sobre os horários de funcionamento, visite o site oficial: https://www.londoneye.com/visitor-information/opening-times/

14 comentários
0

Artigos Relacionados

14 comentários

Sofia Ferreira 25 de maio de 2016 - 07:50

Eu na altura compreis os bilhetes num site e em pacote que foi o Madams Tussaud e o London Eye e ficou por metade do preço do que seria comprar na hora. Vale a pena procurar

Reply
Fernanda 26 de maio de 2016 - 17:59

Foi o que escrevi no post. Vale a pena comprar o ingresso “combo”.

Reply
Gabi 25 de maio de 2016 - 15:41

Eu adorei a Londo, achei que valeu cada centavo. Minha lembrança é que custou um pouco menos que isso, também comprei na bilheteria. Mas como já faz 4 anos pode ser que eu esteja esquecida, rs. Adorei a vista da cidade, e valeu muito justamente porque estava limpo. Fomos no fim do dia, porque a ideia era pegar as luzes acendendo la de cima. No fim a fila andou tão rápido, que completamos a volta e estava dia ainda. Mas foi lindo ver o Parlamento se acendendo la debaixo mesmo, depois de ter namorado Londres de cima.

Reply
Fernanda 26 de maio de 2016 - 17:54

Eu acho que era mais barato mesmo.

Reply
Luciana Rodrigues 6 de agosto de 2019 - 04:18

A última vez que tentei ir a fila estava muito grande para comprar na hora. Da próxima vez vou fazer o ingresso combo comprado antes.

Reply
Fernanda 6 de agosto de 2019 - 08:27

Sim, tem vezes que você perde muito tempo na fila. Melhor comprar o ingresso antes.

Reply
Juliana 6 de agosto de 2019 - 06:41

Que completo seu post sobre a London Eye, achei as dicas muito valiosas para otimizar o tempo. No pôr do sol deve ser incrível, mas de qualquer maneira em qualquer período com um tempo mais aberto Londres de cima deve impressionar.

Reply
Fernanda 6 de agosto de 2019 - 08:27

A vista lá de cima é realmente linda. Eu adoro a London Eye.

Reply
Marcia Picorallo 7 de agosto de 2019 - 11:28

Taí uma daquelas coisas para se fazer ao menos uma vez na vida e que não fiz, pois o tempo não ajudou. Certamente vale comprar o ingresso antecipadamente, e às vezes isso custa apenas uns euros a mais, mas ganhamos tempo para ver tantas coisas que Londres oferece.

Reply
Fernanda 7 de agosto de 2019 - 19:58

Ainda dá tempo. Quem sabe em uma próxima viagem para Londres?

Reply
Paula Augot 8 de agosto de 2019 - 03:48

É sempre bom comprar o ingresso antes, porquê comprar na hora a fila é enorme! Já deixei de ir duas vezes pq chegava, via a fila e desistia, comprar antes salva demais o seu tempo!

Reply
Fernanda 8 de agosto de 2019 - 08:56

Sim, vale a pena mesmo. A fila costuma ser cruel.

Reply
Marcela Marques 8 de agosto de 2019 - 06:38

Muito bom! Morro de vontade de voltar pra Londres. Uma das coisas que não fiz foi andar na London Eye. Já salvei as dicas aqui, obrigada

Reply
Fernanda 8 de agosto de 2019 - 08:55

Vale a pena andar na London Eye.

Reply

Deixe um Comentário