Home Destinos InternacionaisEuropaPortugalCascais O que fazer em Cascais e Boca do Inferno

O que fazer em Cascais e Boca do Inferno

por Fernanda

Um dos países mais procurados pelos brasileiros que desejam viajar para a Europa é Portugal. Por diversos motivos, mas principalmente pela facilidade de comunicação, Portugal é um excelente destino independente da motivação da sua viagem.

Cascais é uma agradável e charmosa cidade nos arredores de Lisboa. Antigo vilarejo de pesca, Cascais é hoje um destino bastante popular entre os turistas por conta de suas belas praias. Apesar de o chamariz ser a praia (as praias, no caso), Cascais tem muito mais a oferecer aos turistas: palácios, museus e até mesmo um cassino (na cidade vizinha de Estoril).

É por isso que sempre indico Cascais como opção de passeio bate-volta desde Lisboa. Fique por dentro de o que fazer em Cascais, como chegar lá e o que conhecer. Segue abaixo um resumo das principais atrações de Cascais que serão abordadas ao longo do texto.

  1. Centro Histórico
  2. Museus
  3. Cidadela
  4. Marina
  5. Farol de Santa Marta
  6. Boca do Inferno
  7. Praias

Tudo sobre a cidade: o que fazer em Cascais

Onde fica Cascais

Cascais fica a 30 km ao sul de Lisboa. É vizinha da charmosa vila de Sintra que fica um pouco mais ao norte.

A proximidade com a capital de Portugal atrai turistas durante o ano inteiro. A cidade tem uma história e tanto: já foi lugar estratégico de defesa do reino de Portugal. Por conta disso, algumas fortalezas foram construídas na cidade.

Depois, como já disse, tornou-se a cidade de veraneio da realeza. O glamour ainda permanece seja nas construções históricas como nas inúmeras mansões de Cascais e de sua vizinha Estoril.

o que fazer em cascaisComo chegar em Cascais

Trem

De Lisboa é possível chegar em Cascais de trem. Vá até a estação Cais do Sodré (linha verde do metrô) e pegue o trem urbano sentido Cascais e desça na última estação de mesmo nome. O percurso de trem dura 40 minutos.

Os trens saem a cada 20 minutos e nos horários de pico (com maior fluxo de passageiros) há também a opção dos trens expressos que param em menos estações e fazem o trajeto em menos tempo. Não precisa se preocupar, porque o trem expresso para em Cascais e em Cais do Sodré (no sentido inverso).

Não é necessário comprar o bilhete com antecedência, mas é recomendável carregar o seu bilhete Viva Viagem para pagar menos na passagem (veja como utilizar o transporte público em Lisboa e como funciona o cartão Viva Viagem).

Outra coisa: o trem que faz essa linha é um trem urbano, ou seja, transporta passageiros que trabalham e/ou residem nas cidades do trajeto. Por vezes o trem lota e é necessário ir em pé (especialmente durante os dias mais quentes onde mais turistas costumam realizar o trajeto).

Caso opte pelo trem, sugiro que o deslocamento dentro de Cascais seja feito de bicicleta. Há muitos lugares que oferecem o aluguel de bikes a preços bem decentes. No Largo da Estação (próximo a estação de trem) há um ponto para aluguel de bicicletas. Com a bike será mais fácil chegar na Boca do Inferno e Praia do Guincho, por exemplo.

Carro

Também é possível chegar em Cascais de carro. Há  a opção mais rápida via A5 (autoestrada com pedágio) ou via N6 (estrada nacional). Apesar de demorar mais, indico que pelo menos um dos trechos seja feito pela N6, pois o trajeto é maravilhoso. Pela N6 você irá passar por todas as praias do caminho até Cascais, entre elas Oeiras, Carcavelos, Parede e Estoril. Fiz muito esse caminho pois trabalhava em Oeiras (eu já morei em Lisboa).

Se optar por ir para Cascais de carro, fique atento quanto a questão dos estacionamentos. Parar na rua durante os fins de semana é praticamente impossível. Tem que chegar muito cedo. Caso consiga parar na rua, verifique a questão dos parquímetros. As máquinas ficam nas calçadas e o estacionamento é cobrado por hora. Evite multas desnecessárias.

Caso não encontre vagas nas ruas, procure um estacionamento particular.  Há dois estacionamentos bem localizados e com fácil acesso às praias e demais pontos turísticos: Largo da Estação e o da Marina.

Importante: não deixe nada de valor dentro do carro. Os carros alugados possuem adesivos com o nome das locadoras e tornam-se chamariz para as quadrilhas especializadas em furtos de automóveis.

Melhor época para visitar Cascais

Cascais é uma cidade litorânea, logo você já deve ter percebido que a melhor época para conhecer Cascais é durante os meses de primavera e verão. A primavera começa, na Europa, em  meados de março e se estende até meados de junho. E o verão vai de meados de junho a meados de setembro.

Durante os meses mais quentes, evite ir para Cascais durante os finais de semana. Além dos milhares de turistas, Cascais também é invadida pelos moradores de Lisboa que procuram seu lugar ao sol e um mergulho no – geladíssimo –  mar da cidade.

praia cascaisVale a pena visitar Cascais no inverno?

Muita gente já me perguntou isso. Não vai dar para aproveitar as praias no inverno, mas é possível visitar as demais atrações. Quando eu morava em Lisboa, eu costumava ir com frequência para Cascais (em qualquer época do ano), pois meu ex-namorado morava em Estoril (cidade vizinha). E a gente sempre arranjava coisas para fazer, fazia uma caminhada pela orla, visitava museus, passava no shopping e conhecia novos restaurantes. Eu particularmente adoro a cidade e se algum dia voltar a morar em Portugal é em Cascais que eu pretendo morar.

O que fazer em Cascais: principais atrações

Centro Histórico

O centro de Cascais é muito lindo, super colorido e com suas ruelas repletas de comércio local. A calçada portuguesa é outro detalhe que merece a atenção. A Rua Frederico Arouca é a principal rua de pedestres da cidade e é lá que recomendo que você compre seus souvenirs. Entre as ruas de Cascais, você terá a sensação de ter mergulhado no túnel do tempo. Muitas construções são históricas e muito bem preservadas.

o que fazer em cascais

Centro de Cascais

Museus

Para quem gosta de museus, é possível conhecer alguns em Cascais (como eu disse, a cidade oferece atrações para todas as épocas do ano). Aproveite para conhecer o Museu Condes de Castro Guimarães, que fica em uma mansão do século 19 com claustros árabes e torres de castelo, o Palácio da Cidadela de Cascais, antigo palácio de verão de Dom Luís I, o Centro Cultural de Cascais localizado em um antigo convento carmelita, a Casa das Histórias Paula Rego (considerada uma das maiores pintoras portuguesas) e o Museu do Mar Rei Dom Carlos que narra a história marítima de Cascais.

Cidadela

Por conta de sua posição estratégica na defesa de possíveis invasões à Lisboa foi construída a Cidadela, antiga fortaleza. Hoje a Cidadela engloba o Palácio da Cidadela de Cascais, a Fortaleza da Nossa Senhora da Luz (a parte mais alta e impressionante) a Torre de Santo Antonio e um distrito de arte.

Marina

Contornando a Cidadela você chegará na Marina, onde estão os barcos dos portugueses endinheirados e também muitos restaurantes e bares.

Farol de Santa Marta

O Farol de Santa Marta é um dos cartões postais de Cascais. Se você for para a Boca do Inferno passará na frente. Caso queira, é possível visitar a parte interna do Farol mediante a compra de ingresso.

farol santa marta cascaisBoca do Inferno

Outra atração muito interessante na região é a Boca do Inferno.  O caminho não é muito bem sinalizado e já fazia uns bons 10 anos que eu não ia para a Boca do Inferno, então resolvi perguntar em uma das barraquinhas de sorvete. Segui as instruções do vendedor e acabei cortando caminho pela Marina de Cascais. Já aluguei bicicleta algumas vezes para ir até a Boca do Inferno e ainda emendei o passeio até a Praia do Guincho, mas também é possível ir a pé. Dá uns 15/20 minutos de caminhada de Cascais até a Boca do Inferno.

De inferno, só o nome mesmo. O lugar é lindo demais! A Boca do Inferno leva esse nome porque a abertura da rocha tem um formato que lembra uma boca e também porque as ondas do mar batem fortemente ali produzindo um barulho “assustador”. Nome injusto, na minha humilde opinião. A Boca do Inferno é uma demonstração surreal da força e imensidão da natureza.

boca do inferno

Boca do Inferno

 

Praias de Cascais

Chegamos no que considero ser a melhor parte de Cascais: as praias.  Todas as praias que indico aqui podem ser percorridas a pé. Caso vá a Cascais com o intuito de curtir as praias é bom estar ciente de algumas coisas:

1) A água é extremamente gelada. Os europeus já estão acostumados, mas, para nós brasileiros, é nível congelante mesmo. Eu só tenho coragem de entrar quando está muito quente e mesmo assim dou um mergulho e já saio da água.

2) Falando em muito quente, no verão as temperaturas podem bater facilmente os 40 graus. Portanto leve um boné ou chapéu, protetor solar, óculos de sol, chinelo, roupa de banho, toalha, canga e muita água.

3) Caso queira, há um mercado da rede Pingo Doce dentro da estação de trem. Eu costumo comprar água, cerveja e uns snacks para levar para a praia.

4) As praias possuem ótima estrutura, com banheiros públicos, chuveiros, bares e restaurantes.

5) Há uma espécie de calçadão (que eles chamam de Paredão) que liga as praias de Cascais até as praias de Estoril. É uma caminhada muito gostosa. Recomendo fazer.

Praia da Duquesa e Praia da Conceição

Essas duas praias são interligadas e muito próximas da estação de trem. São boas praias para banho (se você tiver coragem de entrar na água), pois a água é bem calma. Nos dias de verão, vale a máxima: chegue cedo para garantir seu lugar ao sol.

praia cascaisPraia da Rainha

A Praia da Rainha é bem pequena e super concorrida por ser uma praia sem ondas. É muito bonita.

Praia da Ribeira

A Praia da Ribeira é bem próxima a Praia da Rainha e também do centro histórico.

o que fazer em cascaisPraia de Santa Marta

Essa é definitivamente a praia mais famosa e mais fotografada de Cascais. De fato o cenário é único. A água é calma, transparente e no entorno há um farol e um antigo palácio que hoje é o Museu Condes de Castro Guimarães.

praia de santa marta

Praia da Moitas

Já seguindo em direção às praias de Estoril que também são muito lindas, você verá a Praia das Moitas. A praia tem ótima estrutura e oferece aluguel de cadeiras de praia e guarda-sol.

praia das moitas

Praia das Moitas

Piscina Oceânica Alberto Romano

Essa piscina foi construída no Paredão de Cascais aproveitando a curva do Palácio Palmela. As famílias com “miúdos” (crianças pequenas), em especial, adoram essa piscina. Ela também fica no caminho para Estoril.

piscina alberto romano

Se você continuar andando por essa orla, irá ver várias praias ao longo do caminho já na cidade vizinha de Estoril. Um dos meus programas favoritos na região é fazer esse trajeto de pouco mais de 2,5 km e ir apreciando as belas paisagens. Eu costumo descer do trem em Cascais e ir andando até Estoril. E lá eu pego o trem de volta para Lisboa. Se seguir essa minha dica e tiver curiosidade em conhecer um Cassino, sugiro que quando chegar na Praia do Tamariz saia da orla e vá em direção ao Cassino do Estoril, um dos lugares mais imponentes da região.

Onde comer em Cascais

Come-se muito bem em Cascais, principalmente se você gosta de frutos do mar. Seguem algumas sugestões: Mercado da Vila, mercado municipal com restaurantes e barracas gourmet de comidas, Restaurante Apeadeiro especializado em frutos do mar, Restaurante Mar do Inferno que fica no caminho para a Boca do Inferno e serve ótimos pratos de frutos do mar e ainda tem uma vista maravilhosa e a concorrida Sorveteria Santini que serve sorvetes deliciosos.

Caso vá passar o dia todo nas praias, na própria orla e no Paredão que liga Cascais a Estoril é possível encontrar vários restaurantes. Em Portugal os restaurantes deixam seus cardápios expostos, então é possível verificar o que é servido e os preços antes de entrar nos restaurantes.

restaurantes cascais

O que fazer em Cascais: se estiver com mais tempo disponível no roteiro

Praia do Guincho

Um pouco mais afastada, a cerca de 9 km do centro da cidade, fica a famosa Praia do Guincho, que atrai muitos turistas e praticantes de esportes aquáticos, como surf e bodyboard por conta de suas ondas.  Apesar do vento, eu adoro a Praia do Guincho. Ela é mais selvagem, tem uma extensa faixa de areia e é muito bonita.

Como eu já disse, também dá para chegar na Praia do Guincho de bicicleta. Em dias quentes, é um ótimo passeio. Já fiz algumas vezes e recomendo.

O Bar do Guincho é bastante concorrido e serve frutos do mar, lanches e uma cerveja bem gelada.

praia do guinchoCabo da Roca

O Cabo da Roca é o ponto mais ocidental da Europa. É um lugar muito bonito, mas vá preparado para o vento. Venta demais lá e se estiver frio, leve um casaco extra. Vai por mim!

Recomendo ir para o Cabo da Roca caso tenha alugado um carro. Para chegar no Cabo da Roca, pegue a estrada N247 até a Estrada do Cabo da Roca. O estacionamento é gratuito.

cabo da roca

Cabo da Roca

Cascais e Sintra no mesmo dia: vale a pena?

Minha opinião sincera é que não vale a pena visitar Cascais e Sintra em 1 dia, mesmo que você tenha alugado um carro. Sintra tem muitas atrações e é uma vila bastante concorrida entre os turistas, logo há filas para visitar as principais atrações. E, como você viu, também tem muita coisa de o que fazer em Cascais, então acho melhor dedicar pelo menos um dia do seu roteiro para cada uma dessas cidades.

Onde ficar em Cascais

Como você viu há muito o que fazer na cidade. Se quiser explorar bem a região e ainda emendar o passeio para Sintra, Azenhas do Mar e até mesmo curtir o verão nas praias, sugiro dormir uma ou duas noites em Cascais. Seguem algumas dicas de hospedagem em Cascais. Caso dinheiro não seja problema, em Cascais você tem a oportunidade de ficar em excelentes hotéis de luxo.

Opções econômicas para hospedagem em Cascais: Ljmonade Hostel (RESERVE AQUI), Cascais Bay Hostel (RESERVE AQUI) e Mico’s Hostel (RESERVE AQUI).

Hotéis e Pousadas com bom custo x benefício em Cascais: Pergola Guest House (RESERVE AQUI), Villa Vasco da Gama (RESERVE AQUI), Cascais Hotel (RESERVE AQUI) e Hotel Baia (RESERVE AQUI).

Hotéis de luxo em Cascais: Hotel Senhora da Guia (RESERVE AQUI), Farol Hotel (RESERVE AQUI), Pestana Cidadela Cascais (RESERVE AQUI) e Hotel Fortaleza do Guincho (RESERVE AQUI).

centro cascais

Centro de Cascais

 O que fazer em Cascais: Resumo 

✔ Conheça o charmoso Centro Histórico.

✔ Visite alguns dos museus da cidade.

✔ Conheça a Cidadela, Marina e Farol de Santa Marta.

✔ Vá até a incrível Boca do Inferno.

✔ Curta as praias da cidade.

✔ Aproveite para comer deliciosos frutos do mar em um dos muitos restaurantes da cidade.

✔ Se estiver de carro, estique o passeio até Cabo da Roca e Praia do Guincho.

✔ Se tiver mais dias livres no roteiro, separe ao menos um dia e vá conhecer Sintra. Veja o que fazer em Sintra.

44 comentários
0

44 comentários

Vania 7 de novembro de 2016 - 12:20

Fernanda,

Seu blog é maravilhoso. Não canso de ler. Está crescendo um amor por Portugal, só de ler seus textos. Está na lista de viagens já.

Reply
Fernanda 7 de novembro de 2016 - 19:34

Sou suspeita. Amo Portugal. Recomendo demais a viagem para lá.

Reply
Gabi Moniz 9 de novembro de 2016 - 10:18

Muito bom esse post!!!
Muito amor por Cascais e suas praias; esse lugar é realmente lindo!!
Também aluguei a bike de graça e pedalei pela orla 😉

Reply
Fernanda 9 de novembro de 2016 - 20:50

Eu adoro Cascais 🙂

Reply
Luciana Rodrigues 10 de novembro de 2016 - 06:14

Você sabe que há anos assisti o filme Terra Estrangeira e uma parte dele era na Boca do Inferno. Fiquei anos fissurada com esse lugar até o dia em que, finalmente, pude conhecê-lo. Lindo demais!

Reply
Fernanda 10 de novembro de 2016 - 21:47

Nunca vi esse filme. Vou procurar para assistir. Obrigada pela dica 🙂

Reply
Julliana Cortez 24 de novembro de 2016 - 10:58

Oi Fernanda, como faço para ir de Porto para a Boca do Inferno? Precisa realmente ir primeiro a Cascais?

Reply
Fernanda 28 de novembro de 2016 - 08:29

Sim, ônibus ou trem para Lisboa e depois o trem para Cascais. Aí vai a pé ou de bicicleta para a Boca do Inferno.

Reply
Julliana 28 de novembro de 2016 - 09:33

Ta vendo… por isso nao viajo sem antes fazer meu cronograma por aqui <3

Reply
Fernanda 30 de novembro de 2016 - 07:53

Obrigada 🙂

Reply
Martinha Andersen 15 de fevereiro de 2017 - 12:46

Lindo!! E que cor esse mar?
Preciso ir urgente conhecer mais de Portugal <3
Adorei a dica da bike free =)

Reply
Fernanda 15 de fevereiro de 2017 - 18:16

É lindo demais! Vale a pena conhecer Portugal de norte a sul.

Reply
Joao Batista Pinheiro Zugliani 18 de outubro de 2017 - 23:49

Fui a Portugal em Jameiro de 2017 e estou programando voltar em Julho de.2018, terra maravilhosa de gente.especial demais. Amei Portugal

Reply
Fernanda 19 de outubro de 2017 - 21:29

Sou suspeita, porque também amo Portugal. Também vou para lá em breve.

Reply
Thais 22 de novembro de 2017 - 18:11

Fernanda, irei para Portugal no final de Dezembro com minha filha pequena, vale a pena ir ate Cascais no inverno???

Reply
Fernanda 6 de dezembro de 2017 - 08:55

Acabei de voltar de lá e já estava bem frio, mas mesmo assim fui para Cascais. Obviamente não dá para pegar praia, mas acho o lugar tão bonito.

Reply
Tina 24 de agosto de 2018 - 04:49

Olá Fernanda, estou para Lisboa em dezembro e pretendo visitar Cascais para conhecer um pouco, meu esposo é português e vivemos em Munique/Al. Gostei de seu blog!!! ?

Reply
Fernanda 24 de agosto de 2018 - 08:37

Oi, Tina! Acho que vão gostar. Cascais é uma graça!

Reply
Helena 24 de setembro de 2018 - 09:45

Ola Fernanda
Vou a Lisboa em novembro e gostaria de saber se é possível fazer Cascais e Sintra em um mesmo dia? se possível como ir de um lugar ao outro?

Obrigada
Helena

Reply
Fernanda 24 de setembro de 2018 - 21:19

Olá, Helena! É bem corrido para fazer os 2 no mesmo dia. O ideal seria alugar um carro para não perder tanto tempo no deslocamento. Tem um ônibus também ou você pode contratar um passeio de excursão como esse aqui: https://www.getyourguide.com.br/lisboa-l42/lisboa-excursao-p-grupos-pequenos-sintra-e-cascais-1-dia-t115333?partner_id=C4CBMVV&utm_medium=online_publisher&placement=other

Reply
helena 25 de setembro de 2018 - 08:02

Fernanda, muito obrigada pelas orientações.

Reply
Fernanda 30 de setembro de 2018 - 22:59

De nada, Helena!

Reply
carla 2 de novembro de 2018 - 20:47

Fernanda, eu vou passar o cartão viva viagem 2x para ir a Caiscais? Porque o custo é diferente de andar dentro de lisboa. Obg

Reply
Fernanda 6 de novembro de 2018 - 21:22

Carla, não passa duas vezes. Você carrega co cartão com o valor da passagem para Cascais. É bem simples de fazer nas máquinas.

Reply
Ruthia Portelinha 29 de julho de 2019 - 08:06

Confesso que não conheço bem Cascais, apesar da sua fama (até internacional). Lá diz o ditado “casa de ferreiro, espeto de pau”. Só visitei a Boca do Inferno. Um dia destes tenho que remediar isto. A adorar a série sobre Portugal

Reply
Fernanda 29 de julho de 2019 - 21:03

Eu adoro Cascais e suas vizinhas Monte Estoril e Estoril.

Reply
Fabíola Moura 29 de julho de 2019 - 11:38

Super perto de Lisboa, daria até pra fazer um bate e volta, mas pelo jeito dá até pra programar uns dias em Cascais e Boca de Inferno, várias opções interessantes.

Reply
Fernanda 29 de julho de 2019 - 21:04

Sim, a maioria faz bate-volta. Mas no verão acho que vale a pena ficar uns dias em Cascais.

Reply
Juliana 29 de julho de 2019 - 13:41

Que praias paradisíacas! Eu estou apaixonada por Cascais e com certeza quero visitar no verão para poder congelar um pouco menos nessas águas haha Portugal é um destino e tanto, adorei saber mais sobre essa cidade próxima de Lisboa.

Reply
Fernanda 29 de julho de 2019 - 21:04

As praias são lindas mesmo, pena a água ser tão gelada.

Reply
Andrea 29 de julho de 2019 - 18:14

Fui em Cascais em 2015 e a cidade muito bonitinha, não tem como não se encantar. E o visual da Boca do Inferno é lindíssimo. Lendo o teu post fiquei com saudades.

Reply
Fernanda 29 de julho de 2019 - 21:05

Sim, Cascais é uma graça mesmo.

Reply
Paula Augot 30 de julho de 2019 - 03:07

Eu adorei conhecer Cascais, não fui no inverno mas fui no comecinho da primavera onde não dá para pegar praia mas mesmo assim a cidade é bonita e vale muito a pena passear por lá!

Reply
Fernanda 30 de julho de 2019 - 21:26

Sim, vale a pena em qualquer época do ano.

Reply
Luciana Rodrigues 30 de julho de 2019 - 05:14

Estive em Cascais e Estoril há uns 10 anos. Tinha muita vontade de conhecer a Boca do Inferno depois que assisti o filme Terra Estrangeira. O lugar ficou na minha cabeça.

Reply
Fernanda 30 de julho de 2019 - 21:25

Boca do Inferno é incrível mesmo.

Reply
Angela C S Anna 30 de julho de 2019 - 07:22

cascais é maravilhoso demais, eu fiquei super encantada com o centrinho e impressionada na boca do inferno! recomendo muuuito essa viagem!

Reply
Fernanda 30 de julho de 2019 - 21:23

Sim, Cascais é muito linda mesmo.

Reply
Natalia Itabayana 30 de julho de 2019 - 15:14

Bem bacanas as dicas do que fazer em Cascais! Na primeira ida à Lisboa optei por não fazer os bate-volta pra aproveitar a cidade com calma, e Cascais ficou de fora, mas numa próxima ida certamente suas dicas serão úteis!

Reply
Fernanda 30 de julho de 2019 - 21:22

Vale muito a pena conhecer Cascais em uma nova oportunidade de viagem.

Reply
Klécia 30 de julho de 2019 - 19:47

Acabei de voltar de Cascais e a Boca do Inferno é mesmo um lugar inacreditável! Vale a pena sair do centrinho e ir lá conhecer, com certeza! Natureza surpreendente!

Reply
Fernanda 30 de julho de 2019 - 21:19

Agora invejei. risos. Quisera eu estar em Cascais agora.

Reply
dainvictaparaomundo 8 de agosto de 2019 - 10:36

Trabalhei ainda quando era muito jovem num hotel pequeno mas de uma beleza única…o hotel Albatroz em Cascais. Sentia-me deslumbrado por fazer parte daquele pequeno mundo.. Gostava de ver o rosto das pessoas quando ali chegavam. A fellicidade dos seus rostos, muitas vezes maravilhadas com as vistas
Cascais é realmente muito bonito, tem classe e bom gosto. A localização é realmente única. Sim quem puder… Dê um pulinho por essas bandas.
Muitos parabéns pelas dicas e pelo blog fantástico

Reply
Fernanda 8 de agosto de 2019 - 20:45

Eu que agradeço. Adoro Cascais 🙂

Reply

Deixe um Comentário