Home Montenegro O que fazer em Montenegro

O que fazer em Montenegro

por Fernanda

Atualizado em

Se você nunca ouviu falar de Montenegro e sequer sabe o que fazer em Montenegro, fique tranquilo (a)! O pequeno país europeu possui apenas 13 anos de “vida” e antes pertenceu à Iugoslávia e à Federação da Sérvia e Montenegro.

Apesar de ser menor que algumas cidades brasileiras (as duas maiores cidades brasileiras são maiores que o país), Montenegro tem uma vasta diversidade de paisagens, com lagos e praias de tirar o fôlego dos turistas! Portanto, não se engane! Ainda que seja pequeno em extensão, o país tem muito a oferecer ao turista, e o melhor, a um custo mais acessível que outros países da Europa!

Se você se interessou ou já está com viagem marcada para o país, separei aqui algumas dicas de o que fazer em Montenegro. Mas, antes, vamos conhecer um pouquinho sobre esse paraíso nos Balcãs?

o que fazer em montenegro
Kotor, Montenegro. Foto: Shutterstock por Olena Z

 Leia também  


Conheça um pouco sobre Montenegro

Com uma área de pouco menos de 14.000 km², o pequeno país situado no leste europeu faz fronteira com a Albânia, Kosovo, Bósnia e Herzegovina, Sérvia e Croácia.

Como mencionamos no início, o país tem apenas 13 anos de idade! Mas sua história é longa… Por muito tempo, Montenegro foi um principado autônomo durante o poderio do Império Otomano nos Bálcãs. Em 1878, o país teve sua independência declarada pelo Tratado de Berlim e em 1910 o príncipe Nicolau declarou-se rei de Montenegro. Contudo, com o fim da Primeira Guerra Mundial, em 1918 Montenegro foi integrado ao Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos que, em 1929, transformou-se na Iugoslávia.

Montenegro fez parte da República Socialista da Iugoslávia até 1991. De 1991 a 2003 fazia parte da República Federativa da Iugoslávia. Após 2003, integrou o Estado da Sérvia e Montenegro.

perast montenegro
Perast Montenegro. Foto Shutterstock por canadastock

Até que, em maio de 2006, foi realizado um referendo para decidir se Montenegro deveria se tornar independente ou se deveria continuar unido com a Sérvia. A maioria dos votantes (55,5%) optou pela independência. Assim, em 3 de junho de 2006 o parlamento montenegrino declarou oficialmente a independência do novo país. A aceitação de Montenegro pela ONU se deu no dia 28 de junho de 2006.

A capital de Montenegro é a cidade de Podgorica, que possui aproximadamente 160 mil habitantes.

A moeda oficial do país é o Euro, o que é bastante vantajoso se você estiver viajando por outros países da Europa (até porque é um país bem barato). Além disso, o idioma oficial de Montenegro é a língua montenegrina, mas, além dessa há outros idiomas bastante falados por lá: sérvio, bósnio, albanês e croata.

O que fazer em Montenegro

Como já disse, apesar de pequeno, Montenegro é um país com diversos atrativos. Aqui, escolhi algumas cidades e opções para você organizar seu roteiro de o que fazer em Montenegro, confira.

Conheça Kotor

Por algum tempo a cidade de Kotor costumava ser vista apenas como uma opção de bate-volta de Dubrovnik na Croácia. E essa ainda é uma possibilidade para quem tem pouco tempo na região (foi o meu caso). Comprei um passeio de bate-volta saindo de Dubrovnik por 52 euros (RESERVE AQUI).  Mas, atualmente, Kotor tem caído no gosto dos turistas que vêm dedicando mais tempo a essa belíssima cidade.

Admito que Montenegro (Kotor e Perast que foi o que conheci) foram a “cereja do bolo” da minha viagem que estava concentrada na Grécia e Croácia. Apesar de ter pegado um clima horrível e muita chuva, amei tudo o que vi. Pretendo voltar e explorar esse pequeno país com calma. 

Kotor, é considerada a capital cultural de Montenegro. Arqueólogos acreditam que Kotor tenha sido fundada há mais de 2500 anos, entre os séculos VI e VII a.C.!

Fortaleza de Kotor

Se você faz o estilo turista “atlético” e que gosta de desbravar os novos locais, essa dica de o que fazer em Montenegro é para você: suba os 1350 degraus até a Fortaleza de Kotor! E, se você não é tão aventureiro assim, acredite: vale a pena subir, nem que seja apenas uma parte! Foi o meu caso, já que a chuva não deu trégua. 

A Fortaleza de Kotor é o ponto mais alto de toda uma fortificação, a 280 metros acima do nível do mar. Pelo caminho, você se depara com ruínas, portais, torres de vigia e até uma pequena igreja (Nossa Senhora dos Remédios). É nessa igreja que fica a mais bela vista do passeio! Então, se você não aguentar subir os 1350 degraus, tente ir ao menos até esse ponto para aproveitar o visual belíssimo!

Mas fique atento se você resolver fazer a subida no verão! As temperaturas podem ser altas, considerando que não há espaços de sombra e ainda há o mormaço das pedras e ruínas. Portanto, proteja-se com bonés, chapéus, protetor, e leve água e alimentos.

o que fazer em montenegro
Kotor, Montenegro. Foto Shutterstock por Farion_O

Old Town de Kotor

Como em várias cidades do mundo, Kotor também possui a sua “old town” ou centro histórico. Perder-se pelas ruelas é uma boa pedida. Mas, atenção: fique atento aos batedores de carteiras. Por causa do grande fluxo de turistas que desembarcam dos navios, há meliantes atuando no centro histórico. 

o que fazer em montenegro
Kotor, Montenegro.

Visite Perast

E, se você estiver por Kotor, há ainda uma outra localidade bastante interessante para visitar e que fica próxima dali: Perast.

Na verdade, Perast foi a primeira parada do meu tour. É uma daquelas cidades que parece ter saído de um quadro, de tão bonita (isso que estava chovendo o dia que fui). Super pequena (tem apenas duas ruas principais) e muito charmosa. Vou voltar para Perast e ficar alguns dias por lá. 

Em Perast você irá encontrar:

  • Ilha São Jorge: onde tem um monastério beneditino;

  • Ilha Nossa Senhora das Pedras: que dizem ser uma ilha artificial, construída por pescadores para pagar uma promessa.

o que fazer em montenegro
Perast, Montenegro.

 Montenegro combina com Croácia  


Conheça a capital Podgorica

Essa eu não tive a chance de conhecer. Mas voltei tão empolgada de Montenegro que comecei a pesquisar tudo sobre o lugar e conversei com amigos que já ficaram mais tempo o país e descobri outras coisas interessantes para fazer por lá e que definitivamente entrarão no roteiro de uma próxima viagem para lá. 

Distante a cerca de 85 quilômetros de Kotor, a capital montenegrina às vezes acaba sendo “esquecida” pelos turistas que passam pelo país. Entretanto, aos poucos Podgorica vem deixando de ser apenas um local de conexão e embarque/desembarque de turistas, para mostrar que tem bastante a ofertar aos seus visitantes.

A maior parte da cidade foi destruída durante a Segunda Guerra Mundial. Assim, pode-se dizer que Podgorica é uma cidade relativamente moderna, com prédios novos e áreas verdes, como parques.

Por lá há uma grande oferta de eventos culturais e de teatros por exemplo. Além disso, o Lago Skatar, o maior lago da região dos Balcãs, localizado na fronteira entre Montenegro e a Albânia é um ponto turístico imperdível.

Podgorica montenegro
Podgorica, Montenegro. Foto Shutterstock por Leonid Andronov

Desbrave Budva

Conhecida pelas belíssimas praias, Budva é o balneário preferido de muitos turistas (os russos que o digam!). Com praias lotadas nos meses do verão, a cidade é bastante agitada.

Budva ainda conserva seu aspecto medieval, com uma muralha muito bem preservada. Contudo, o turismo crescente fez com que a cidade se voltasse mais para o atendimento aos turistas. Isso resultou em diversos conglomerados de hotéis e apartamentos para locação, sem falar dos cassinos, restaurantes e festas!

Na cidade, você pode aproveitar o Stari Grad (centrinho medieval), que fica à beira-mar. Não conheci Budva, mas um amigo meu foi para lá durante o verão europeu e saiu encantando.  

o que fazer em montenegro
Budva, Montenegro. Foto Shutterstock por Lena Ershova

Vá até Sveti Stefan

Esse mesmo amigo que foi curtir o verão em Budva, aproveitou e esticou até Sveti Stefan. Situada a cerca de 6 quilômetros de Budva, está a pequena cidade de Sveti Stefan, com praias paradisíacas e hotéis de luxo.

É em Sveti Stefan que fica um dos hotéis mais luxuosos de Montenegro, o Aman Sveti Stefan (definitivamente não cabe no meu bolso, mas felizmente dá para ir a Sveti Stefan sem ficar no hotel). 

Essa ilha era uma antiga aldeia de pescadores e foi construída para servir como fortaleza e defender o local contra os turcos. Tempos depois a ilha foi comprada pelo governo iugoslavo e posteriormente (em 2009) arrendada ao grupo Aman Resorts por 30 anos.

A cidadezinha de Sveti Stefan é um lugar pitoresco e bastante charmoso. Conta com belíssimas praias. A praia logo em frente à ilha do hotel é dividida: o lado direito é de uso apenas da Aman Resort, sendo acessível pagando-se a entrada; o lado esquerdo é de acesso livre ao público, sendo cobrada apenas uma taxa de preservação.

Sveti Stefan montenegro
Sveti Stefan, Montenegro. Foto Shutterstock por S-F.

Na minha próxima viagem para Montenegro, incluirei os lugares que já visitei e amei e também os outros que coloquei nessa lista.


Lembrou do seguro viagem? Ele é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen. Nos demais países também é recomendável a contratação, pois não podemos prever incidentes. Leia sobre minha internação na Tailândia. No caso dos Estados Unidos, por exemplo, o custo médico diário de uma internação fica na faixa dos U$2.000 (caríssimo). Além disso, o seguro é super útil nos casos de cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Você pode cotar na Seguros Promo sem compromisso e, caso opte pela contratação, ainda tem um desconto extra de 5% utilizando o cupom PRECISOVIAJAR5.


Cada vez que você reserva algo com um dos nossos parceiros recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter atualizado e com novas dicas de viagem.

Deixe um Comentário