Home Destinos InternacionaisOceaniaAustráliaMelbourne Onde ficar em Melbourne

Onde ficar em Melbourne

por Fernanda

Atualizado em

Escolher onde ficar em Melbourne é muito mais tranquilo do que escolher a hospedagem em Sydney. As principais atrações turísticas de Melbourne ficam concentradas no centro da cidade. Dependendo de onde você se hospedar em Melbourne dá para visitar boa parte das atrações a pé ou com o tram (bonde) gratuito que circula pelo centro. Gostaria de ressaltar que a hospedagem na Austrália não é das mais baratas, mas a boa notícia é que as diárias nos hotéis em Melbourne custam menos do que em Sydney. 

Melbourne é uma cidade estilosa e cosmopolita e é considerada a capital cultural da Austrália. Além disso, Melbourne já foi eleita algumas vezes a “melhor cidade do mundo para viver”. 

Onde ficar em Melbourne

Vou listar as principais regiões para hospedagem em Melbourne e colocar dicas de hostels (albergues) e hotéis para todos os bolsos.

    1. Centro de Melbourne (CDB)
    2. Southbank e Docklands
    3. South Yarra
    4. East Melbourne e Richmond
    5. Fitzroy e Collingwood
    6. Carlton
    7. St. Kilda
    8. Aeroporto

Leia também


Principais Regiões para Hospedagem em Melbourne 

Centro de Melbourne (CBD)

CBD é a sigla para “centro” nas cidades da Austrália. A sigla vem de “central business district“. Com a chegada de lojas boutique, restaurantes estilosos e bares descolados, o centro de Melbourne (CBD) sofreu uma bela repaginada ao longo da última década e hoje é um lugar bastante popular entre os locais e turistas. Na minha opinião, o CBD é a melhor região para se hospedar em Melbourne porque você consegue fazer muita coisa a pé e ainda pode usufruir do tram (bonde) grátis que circula pelo centro.

Dicas CBD Melbourne:

  • O City Circle Tram (tram 35) circula gratuitamente pela Flinders St., Docklands, La Trobe e Spring St.
  • Quase tudo acontece na Flinders St., então quanto mais próximo ficar dela, mais bem localizado estará. 
  • Os principais pontos turísticos do CBD de Melbourne são: Federation Square e Queen Victoria Market. 
  • O grafismo/arte urbana é bastante popular no CBD: visite Hosier Lane, Blender Lane, Croft Alley, Caledonian Lane e Union Lane. 

Eu fiquei no hotel DoubleTree by Hilton (RESERVE AQUI), na frente da estação de trem da Flinders St. e fiz praticamente tudo a pé. O hotel é ótimo, os quartos são modernos e achei que tem um bom custo x benefício. A localização dele é realmente imbatível.

onde ficar em melbourne

Quarto do Doubletree by Hilton

Dicas de hospedagem na Flinders Street: se estiver com o orçamento apertado indico o Melbourne Central YAH (RESERVE AQUI). Outras boas opções de hotéis na Flinders St.: Adina Apartment Melbourne (RESERVE AQUI) e Rendezvous Hotel Melbourne (RESERVE AQUI). 

melbourne CBD

Estação Flinders St.

Ainda na região central há mais opções de hospedagem para todos os bolsos. Seguem opções bem avaliadas na região: 

Hotéis baratos na região central de Melbourne: Ibis Budget Melbourne (RESERVE AQUI), Space Hotel (RESERVE AQUI), City Centre Budget Hotel (RESERVE AQUI). 

Dicas de hotéis na região central de Melbourne: Grand Hyatt Melbourne (RESERVE AQUI), Novotel Melbourne on Collins (RESERVE AQUI), Treasury on Collins (RESERVE AQUI), Hotel Windsor (RESERVE AQUI).  

 

Southbank e Docklands

Atravessando o rio Yarra está o Southbank com um calçadão cheio de charme e repleto de restaurantes. Essa região de Southbank (incluindo sua vizinha Docklands) é muito agradável e também é uma ótima opção para hospedagem em Melbourne já que fica próximo ao CBD. 

Dicas Southbank & Docklands

  • As principais atrações de Southbank e Docklands são: National Galery of Victoria (NGV), Melbourne Star (roda gigante), Australian Centre for Contemporary Art, Bunjil (um pássaro de alumínio) e o Centro de Artes de Melbourne. 
  • Se gostar de cassinos, visite o Crown Casino. 
  • Transporte público em Southbank: Tram (1, 3, 5, 6, 8, 16, 64, 67, 72) e Trem (Flinders St. Station).
  • Transporte público Docklands: Tram (30, 35, 48, 70, 75, 86, 96,109,112). Trem (Southern Cross Station). 

Bons hotéis na região de Southbank e Docklands: Pan Pacific Melbourne (RESERVE AQUI), Oaks Wrap on Southbank (RESERVE AQUI), The Langham Melbourne (RESERVE AQUI), Crown Metropol Melbourne (RESERVE AQUI), Travelodge Southbank (RESERVE AQUI), Mantra Southbank (RESERVE AQUI) e Crown Towers (RESERVE AQUI). 

southbank melbourne

Southbank em Melbourne

Onde ficar em Melbourne: South Yarra

A região de South Yarra sempre foi sinônimo de glamour com suas lojas de grife famosas na rua Chapel St., que vem a ser a principal rua da região e a que oferece várias opções para hospedagem.

Dicas South Yarra

  • Glamour é o sobrenome dessa região. Se dinheiro não for problema, esse é o melhor lugar de Melbourne para fazer compras.
  • Pontos turísticos da região que valem a visita: Royal Botanic Gardens e Memorial Shine of Remembrance. 
  • Transporte público: Tram (1, 3, 5, 6, 8, 16, 64, 67,72 e 78) e Trem (South Yarra, Windsor).

Hotéis em Melbourne – South Yarra: The Como Melbourne (RESERVE AQUI), SoYa Apartment Hotel (RESERVE AQUI) e Art Series – The Olsen (RESERVE AQUI). 

tram melbourne

Tram (bonde) em Melbourne

East Melbourne e Richmond

O lado leste de Melbourne é uma área residencial que conta com estrutura de bares e restaurantes além de ter fácil acesso ao centro da cidade. A maior oferta de hospedagem nessa região é aluguel de apartamentos. É em Richmond que fica o estádio de Cricket, um esporte para lá de popular na Austrália. Aliás, Melbourne é considerada a capital dos esportes na Austrália e abriga diversos eventos esportivos ao longo do ano. É sempre interessante verificar as datas dos principais eventos e reservar o hotel com antecedência para garantir um bom preço. 

Dicas East Melbourne e Richmond

  • Se estiver visitando Melbourne durante um fim de semana e gostar de esportes, vale a pena conferir um jogo de Cricket no estádio. Nos demais dias, é possível fazer um tour pelo estádio (veja como é o tour). 
  • A região leste de Melbourne tem forte influência vietnamita. Caso goste da comida, vá no Thy Thy 1. 
  • Visite também o Fitzroy Gardens. 
  • Transporte público: Tram (48, 70, 75 e 78) e Trem (Richmond, East Richmond). 

Hotéis em Melbourne – East Melbourne & Richmond: Hotel Amora Riverwalk (RESERVE AQUI), Hotel Pullman Melbourne on the Park (RESERVE AQUI) e Comfort Hotel East Melbourne (RESERVE AQUI). 

Fitzroy e Collingwood

Fitzroy e Collingwood são bairros vizinhos. Fitzroy, em especial, é o novo point de Melbourne. Antiga área industrial que foi renovada e invadida pelos hipsters. Essa região abriga diversas galerias, cafés, restaurantes e bares ao longo das ruas Smith e Gertrude. Essa região não conta com tantas opções de hotéis e a opção mais comum de hospedagem para esses bairros é o aluguel de apartamentos. 

Dicas Fitzroy e Collingwood

  • Se você gosta de bares, o Pub Crawl da região é o mais famoso de Melbourne. 
  • A região também conta com várias galerias como a Gertrude, Centro Contemporâneo de Fotografia e Galeria Gabrielle Pizzi. 
  • Transporte público: Tram (86 e 112). Acesso tanto para o centro de Melbourne como para St. Kilda. 

Apartamentos em Melbourne – Fitzroy e Collingwood:  District Apartments Fitzroy (RESERVE AQUI), Tyrian Serviced Apartments (RESERVE AQUI).  

 

Carlton

Carlton é o bairro dos italianos em Melbourne (há muitas cafeterias e tratorias italianas no bairro) e também é o bairro da Universidade. Fica próximo a Fitzroy e Collingwood. 

Hotéis em Melbourne – Carlton: Hotel Ibis Melbourne Swanston (RESERVE AQUI), Hotel Rydges on Swanston (RESERVE AQUI) e Hotel Best Western Travel Inn (RESERVE AQUI). 

Dicas Carlton

  • Os principais pontos turísticos da região de Carlton são: Museu de Melbourne , Royal Exhibition Building, Museu de Arte Ian Potter e o Zoológico de Melbourne. 
  • Transporte público: Tram (City Circle, 1, 8, 19, 55, 57, 59, 86, 96). Trem (Parliament Station para chegar no Museu de Melbourne e Royal Exhibtion Building). 

St. Kilda

Na primeira vez que estive em Melbourne eu me hospedei em St. Kilda. Na minha opinião St. Kilda é um bom lugar para hospedagem para quem quer duas coisas: ficar perto da praia e curtir o agito noturno. Em tempo: eu particularmente não acho a praia de St. Kilda bonita, principalmente quando comparada a outras praias da Austrália. Tem seu charme por conta das casinhas coloridas, mas não é maravilhosa.

No mais, se você vai ficar poucos dias em Melbourne e/ou não faz questão de ficar perto da praia eu não recomendo St. Kilda para hospedagem em Melbourne porque é uma região mais afastada do centro. Só para você ter ideia, uma viagem de tram (bonde) da Federation Sqare até St. Kilda leva meia-hora. 

Hotéis em Melbourne – St. Kilda: Adina Apartment (RESERVE AQUI), Cosmopolitan Hotel (RESERVE AQUI) e Crest on Park (RESERVE AQUI). 

Dicas St. Kilda:

  • A principal atração da região é mesmo a praia de mesmo nome – St. Kilda Beach.
  • O Luna Park (parque de diversões) também faz sucesso em St. Kilda. 
  • Transporte público: Tram (3, 16, 67, 86, 96, 112). 
st. kilda melbourne

St. Kilda

Aeroporto – onde ficar em Melbourne

Recomendo a hospedagem na proximidade do aeroporto de Melbourne apenas para quem vai chegar muito tarde ou vai pegar um voo “madrugueiro”. Foi o meu caso e tive que dormir uma noite próximo ao aeroporto. Fiquei no Ibis Budget (RESERVE AQUI) que é super simples. Não é dos melhores, mas usei o hotel literalmente para dormir e tomar banho. Mas a minha recomendação para quem precisar ficar próximo ao aeroporto é o Holiday Inn (RESERVE AQUI) que é mais próximo ao aeroporto de Melbourne e ainda oferece um serviço de transfer gratuito. 

Resumo Onde ficar em Melbourne

√ Recomendo a área de CBD (centro de Melbourne) para quem quer otimizar ao máximo o seu roteiro na cidade. É uma área que permite visitar grande parte dos pontos turísticos a pé.

√ Para quem quer ficar perto do rio Yarra recomendo as regiões de Southbanck e Docklands. São áreas bonitas e muito próximas ao centro de Melbourne. 

√ Para quem quer curtir a praia e agito noturno eu recomendo ficar hospedado em St. Kilda. 

Leia mais sobre a Austrália

Tax free na Austrália: veja como funciona o reembolso

Como conseguir o Working Holiday Visa da Austrália

10 coisas que a Austrália me ensinou

Roteiro 14 dias na Austrália

*Algumas fotos desse post foram retiradas dos sites Pixabay e Shutterstock.

Artigos Relacionados

Deixe um Comentário