Home Destinos InternacionaisEuropaSuíça Roteiro 5 dias na Suíça

Roteiro 5 dias na Suíça

por Fernanda

Atualizado em

Quando mencionei meu roteiro de 5 dias na Suíça muitos me chamaram de louca. “Ah, mas é muita coisa para 5 dias”. “Só 1 dia para tal cidade?”. Se tem uma coisa que realmente me estressa aqui no blog é sugestão de roteiro. Quem acompanha o blog há um bom tempo sabe que tenho pouquíssimos posts sobre o assunto, até mesmo porque ele é muito pessoal e também porque não engesso os meus.

Me considero uma pessoa privilegiada, porque durante um ano da minha vida pude viajar sem pressa nenhuma. O problema é que o jogo virou e voltei ao esquema padrão da vida brasileira – trinta dias de férias por ano e querendo fazer “milagre” com esse tempo. Enfim, continuo não recomendando a maratona “Europa 30 dias, 30 países“, mas digo que fiz sim muita coisa no meu roteiro de 5 dias na Suíça e nem foi tão corrido assim.

Sei que você pode estar duvidando, mas tudo depende das expectativas da pessoa e do que ela efetivamente quer conhecer em cada cidade. Não preciso entrar no Louvre para dizer que visitei Paris, por exemplo. E o dia que aprendi que estava tudo bem não me julgar por isso, minhas viagens melhoraram 100%. Outra coisa: meu ritmo é um pouco mais acelerado do que a média.

Coloco abaixo o meu real roteiro de 5 dias na Suíça e depois o roteiro que eu queria ter feito, mas não fiz por causa da chuva.

Tudo o que você precisa saber antes de viajar para a Suíça

Importante:

1) Montei base apenas em Zurique. Fiquei em três hotéis lá para testar três localizações e diferentes padrões de hotéis. Foram eles: Leonardo Boutique Hotel, Sheraton Zurique e Hotel Sorell Rutli. Detalharei cada um deles em outros posts.

2) Só usei o transporte público na Suíça, com o Swiss Travel Pass, passe que inclui transporte ilimitado de trem, barco, ônibus, transporte público das cidades (tram, metrô, ônibus) e ainda dá desconto em várias atrações.

3) Veja a relação de documentos para viajar para Europa.

Roteiro de 5 dias na Suíça – O que eu fiz

Dia 1 – Zurique

Destinei o primeiro dia apenas para Zurique. Lá recomendo caminhar sem pressa pelas ruelas do centro histórico. Comecei o dia fazendo uma caminhada pela Bahnhofstrasse, a rua principal da cidade, cheia de lojas de grife. De lá fui andando na beira do rio Limmat e fui apreciando a paisagem. Muita gente me recomendou até tirar Zurique do roteiro, porque a cidade era feia. Olha, achei Zurique incrível e fiquei feliz de ter montado minha base por lá.

Fui entrando nas ruelas do centro histórico até encontrar o restaurante que a recepcionista do hotel Leonardo tinha me recomendado para comer fondue – o Swiss Chuchi. Recomendo demais o local. Ótimo ambiente e preço “justo” – Suíça de ser.

5 dias na suíça

De lá fui andando novamente pela margem do rio até chegar ao lago Zurique. Peguei o barco para Kilchberg (gratuito para quem tem o Swiss Travel Pass). Andei um pouco e cheguei no outlet da Lindt. Fiz umas comprinhas e peguei o trem de volta para Zurique.

Dei mais uma andada pelo centro histórico e encontrei Monique do blog Me Joguei no Mundo e a Juliana do blog Eu Ando Pelo Mundo. Demos mais uma voltinha pelo centro histórico e fomos tomar um chocolate quente.

5 dias na suíça

Monique, eu e Juliana

Voltei para o hotel Leonardo Boutique para descansar.

Dia 2 – Berna/Thun

O plano na verdade era visitar só Berna, mas como cheguei bem cedo e rodei o centro histórico mais rápido do que eu pensava, decidi ir para Thun.

5 dias na suíça

Berna

Em Berna fiz o mesmo esquema. Saí da estação de trem e fui andando pelo centro histórico, apreciando a arquitetura dos prédios, o famoso relógio e as fontes. Parei na casa do Albert Einsten (achei bem fraquinha) e fui andando até chegar ao Parque dos Ursos. Nesse meio tempo, parei e me encantei com o rio Aare, tão lindo que parece até que foi pintado.

5 dias na suíça

Berna

 

A ideia era seguir para Rosengarten para ter uma vista panorâmica da cidade, mas estava chovendo. Decidi ir almoçar. Segui a indicação dos funcionários do Sheraton que me indicaram um restaurante para comer fondue. Como ele era próximo da estação, fui até lá e peguei o trem para Thun, cidade muito próxima a Berna.

Dei uma volta por Thun e mais uma vez me encantei com o rio Aare.

 

Thun! A cidade fica pertinho de Berna, mas normalmente os turistas acabam conhecendo via passeio de barco de Interlaken. Esse também era meu plano, mas ainda bem que não vim com roteiro engessado. O tempo estava bem nublado e acabei fazendo umas mudanças. Visitei Berna, depois Thun e fiz o passeio pelo lago sem passar em Interlaken. O barco é climatizado, então mesmo que esteja muito frio e chovendo (meu caso) você pode curtir o passeio. Como montei base em Zurique (aliás, fica a dica: os preços dos hotéis baixam consideravelmente no fds e dá até para ficar num hotel melhor) meus dias começam cedo. Pego o trem e vou para o destino do dia. Curiosidades: 1) todos os dias ganhei algum brinde nas estações de trem. 2) está rolando um campeonato de vôlei de praia na estação de Zurique. 3) os trens são bem confortáveis e na maioria tem um vagão restaurante. 4) de fato nada é barato na Suíça. Para quem está com o dinheiro contado, a melhor opção é comer no mercado (Coop tem em todo lugar). 5) o fondue é realmente maravilhoso. To comendo todo dia. Custa na faixa de 25-30 francos por pessoa. Também comi raclette e batata rostí. 6) Bebida: tá aí um negócio que mata. Uma coca chega a custar 7 francos no restaurante (versus 0,75 no mercado). O negócio é beber vinho. A taça fica nesse valor também. 7) o país é realmente lindo.

Uma foto publicada por Preciso Viajar (@precisoviajar) em

Como começou a chover, decidi pegar o barco (gratuito com o Swiss Travel Pass) e fui dar uma volta pelo lago Thun. O passeio durou 2 horas e meia.

Retornei para Thun e de lá peguei o trem para Zurique. Troquei de hotel. Dormi no Sheraton Zurique.

Dia 3 – Broc

Esse foi o dia mais problemático da minha viagem, porque a previsão era de chuva durante o dia inteiro em todos os lugares que eu tinha pensado em ir. Como não sou muito fã de museus e não queria perder um dia em um ou alguns, depois de quebrar a cabeça ( e o trem para Lausanne) decidi ir para Broc, visitar a fábrica de chocolates Cailler.

Trabalhei alguns anos em uma empresa de chocolates aqui no Brasil, então fui mais pela curiosidade de visitar uma fábrica suíça, mas você vê muito pouco da fábrica. É uma visita mais teatral e menos real.

Fábrica chocolates Cailler

Fábrica chocolates Cailler

O que eu mais gostei nesse dia foi o que vi do trem. Paisagens lindas como essa abaixo.

Dia 4 – Interlaken

Foi o primeiro dia de sol que peguei na Suíça. Antes tarde do que nunca. Fui cedinho para Interlaken. Dei uma volta pela cidade e depois peguei o barco (gratuito com o Swiss Pass) para dar uma volta no lago Brienz. Vale lembrar que eu já tinha feito o passeio pelo lago Thun.

Se você me perguntar qual foi meu passeio de lago preferido, responderei que foi o do lago Brienz. O sol fez muita diferença.

De lá peguei o trem para Thun (precisava vê-la novamente com sol) e também parei rapidinho em Berna para tomar as cervejas artesanais da cervejaria em frente ao Parque dos Ursos.

Voltei para Zurique e troquei de hotel. Nessa noite dormi no Hotel Sorell Rutli.

Dia 5 – Lucerna/Mt Rigi

Cheguei cedo em Lucerna e fui direto no balcão de informações turísticas perguntar a respeito do Mt Rigi. Saí da estação, atravessei a rua e fui até a estação de barco.

Peguei o barco em direção até Vitznau e de lá peguei um trem funicular até o topo. Amei tanto o passeio que troquei até a tela de fundo do meu celular que, até então, era do Lake Matheson na Nova Zelândia. Fiquei realmente abismada com tanta beleza.

roteiro de 5 dias na Suíça - Preciso Viajar

Na subida para o Mt Rigi

 

 

 

Voltei para Lucerna e explorei o centro histórico durante algumas horas.  Subi a muralha para ter uma visão panorâmica da cidade.

Lucerna, Suíça! Passei dias incríveis na Suíça e já estou com saudades. #lucern #myswitzerland #visitswitzerland

Uma foto publicada por Preciso Viajar (@precisoviajar) em

Peguei o trem e dormi em Zurique. Na manhã seguinte, parti cedo para Milão e de lá peguei um trem para Veneza.

Agora coloco o roteiro de 5 dias na Suíça que eu queria ter feito e não deu para fazer por causa da chuva.

Roteiro de 5 dias na Suíça – o que eu queria ter feito

Na verdade só mudaria o dia 3. Não estava nos planos visitar a fábrica da Cailler. Teria ido mais um dia para Lucerna e de lá iria para Lauterbrunnen e Wengen, dicas que a Monique do blog Me Joguei no Mundo tinha me dado ainda na fase de planejamento.

5 dias foi suficiente para a Suíça?

Olha, para o que eu queria ter visto foi sim (tirando Lauterbrunnen e Wengen que ficarão para uma próxima viagem).

Obviamente não me tornei nenhuma especialista na Suíça Alemã e deu para conhecer um pouquinho (muito pouco) da Suíça francesa, mas deu para ter uma boa ideia de como é o país e sair encantada de lá. Essa é apenas uma sugestão de roteiro de 5 dias na Suíça.

Como definir o seu roteiro na Suíça

Como eu já disse, amei Zurique e amei ter montado base só lá, mas se você quiser fazer um roteiro parecido com o meu (1 dia em cada cidade), racionalmente, a melhor cidade para montar a base seria Berna. Ela é mais central e as viagens de bate-volta demoram menos tempo.

*Agradeço o apoio da Swiss Travel System e lembro que as opiniões contidas aqui são isentas, livres e pessoais. 

Leia mais sobre a Suíça

Passeio Monte Rigi na Suíça

Suíça de trem: veja como funciona o Swiss Travel Pass

Suíça e seus belos clichês

Onde comer fondue em Zurique

Visitando uma fábrica de chocolate suíço

19 comentários
0

Artigos Relacionados

19 comentários

Monique 12 de Maio de 2016 - 17:07

Oi Fernanda, que bom que você aproveitou bem a viagem. Achei bacana o roteiro e em 5 dias você conseguiu ver bastante coisa, mesmo com o tempo não favorável em alguns dias né! Até o próximo chocolate quente 😉 Beijos

Reply
Fernanda 12 de Maio de 2016 - 22:16

Pois é! Pena que choveu uns dias. E até o próximo chocolate quente 🙂

Reply
Selma 10 de março de 2017 - 06:53

Olá Fernanda. Adorei teus comentários sobre a Suiça. Meu marido e eu vamos para lá na primeira semana de junho. Uma pergunta, o Swiss Travel card te dá direito à subida no Jungfrau?

Obrigada
Selma

Reply
Fernanda 10 de março de 2017 - 21:55

Não, mas garante um bom desconto.

Reply
Fernanda 10 de março de 2017 - 22:03

Com o Swiss Pass você vai até Wengen ou Grindelwald. Depois, tem que comprar o trecho para Jungfrau. Acho que o desconto nesse trecho é 25%.

Reply
Arnaldo 3 de janeiro de 2018 - 14:21

Ola, Fernanda,
Parece meio obvia a pergunta, mas todas as viagens que fez, de Zurique para Berna, Interlaken, Bcroc foram cobertas pelo Swiss Travel Pass? Só precisa apresentá-lo? Tem algum trem/companhia específica, ou qualquer trem que faz o trajeto entre elas?
Obrigado!

Reply
Fernanda 4 de janeiro de 2018 - 10:12

Sim, todas foram cobertas. Na verdade você só precisa apresentá-lo quando tem fiscalização dentro dos trens. Você usa os trens suíços mesmo.

Reply
Arnaldo 4 de janeiro de 2018 - 12:06

Muito obrigado!
Parabéns pelo blog!!!

Reply
Fernanda 14 de janeiro de 2018 - 22:54

De nada 🙂

Reply
Jessica 23 de abril de 2018 - 12:03

Qual o valor dos fundues? Vc lembra?

Reply
Fernanda 23 de abril de 2018 - 21:00

Entre 25 e 30 francos suíço por pessoa.

Reply
Marcia 23 de abril de 2018 - 13:50

Ola Fernanda, estou indo para a Italia em novembro! Onde passarei 24 dias!!! Gostaria de encaixar a Suica no roteiro, mais 4 dias!! Gostaria de visitar Berna, Lucerna, interlaken! Como posso fazer este roteiro? Sairemos de Sao Paulo com direção a Barcelona, a principio iriamos pegar um voo de Barcelona para Milao, onde comecariamos a viagem pela Italia, de Milao a Costa Malfitana! Agora resolvemos colocar a Suica tambem no roteiro! Qual a melhor maneira de ir de Barcelona para Suica e depois ir para Milao, onde comecaremos nosso roteiro pela Italia??
Muito obrigada, aguardo sua ajuda!!!
Marcia

Reply
Fernanda 23 de abril de 2018 - 21:09

Eu acho que a melhor maneira é chegar na Suíça de avião vindo de Barcelona. Pode voar de lá para Milão ou ir de trem também. Eu fui de Zurique a Milão de trem e foi bem tranquilo.

Reply
Ana Claudia 15 de Maio de 2018 - 08:43

Ola Fernanda !
Qual a melhor época p visitar Suica .sem pegar muito frio e chuva?
Obrigada

Reply
Fernanda 15 de Maio de 2018 - 22:53

Entre meados de maio e setembro é uma boa época.

Reply
Patricia faria 3 de fevereiro de 2019 - 10:08

Oi bom dia!!! Estou adorando seu blog. Uma dúvida…nao achei os comentários sobre o hotel. Fiquei em duvida sobre o Hotel Sorell Rutli. Estou em dúvida sobre ele e o Hotel Adler.
Outra pergunta. O swiss pass realmente vale a pena? E os chocolates da lindt são baratos?
Muito obrigada e parabéns pelo blog.
Patricia

Reply
Fernanda 3 de fevereiro de 2019 - 12:33

Bom dia! Swiss Pass depende de quantos trechos de trem você vai fazer. No meu caso, valeu a pena sim. Nada na Suíça é muito barato. Não espere grandes promoções dos chocolates Lindt (fiquei bem decepcionada com os preços no outlet da Lindt, para ser sincera). E entre os hotéis, só fiquei no Sorell, mas a localização do Adler é muito boa também (e o fondue do restaurante é maravilhoso).

Reply
renato monteiro 26 de março de 2019 - 03:39

bom dia Fernanda, nunca fiz viagem internacional, minha esposa tem sonho de conhecer a Suiça, minha preocupação é viajar sabendo apenas portugues rsrs, como fica viagem, tem empresas que prestam serviços de turismo no local?

Reply
SERGIO MARRAFON 19 de janeiro de 2020 - 21:44

Boa noite Fernanda!!
Eu e minha esposa vamos para Suiça em 26 de março 2020, vou ficar 2 dias em Zurique, depois vamos visitar as cidades. começando por Berna, Lucerne, Interlaken, Chur , St. Moritz com o Bernina Express e terminamos a viajem em Tirano, indo depois p Milão.
O que voce sugere: loco um carro em Zurique para conhecer esses lugares ou compro o Swiss Travel Pass!!
Abraços.
Sergio e Maria Neuza

Reply

Deixe um Comentário