Home Destinos InternacionaisEuropaFrançaParis Roteiro Amélie Poulain em Paris

Roteiro Amélie Poulain em Paris

por Fernanda

Atualizado em

Depois de um tempo de inatividade por motivos de – estava (estou) enfrentando diversos problemas de ordem pessoal, chegou a hora de tirar a poeira desse humilde espaço. E como diria Amélie Poulain: são tempos difíceis para os sonhadores.

Se você vai para Paris e curte Amélie, só anote esse nome: Montmartre. É lá que estão quase todos os locais mostrados no filme. A boa notícia é que você muito provavelmente irá passar por lá para conferir outros pontos turísticos, como a Sacré Coeur e o Moulin Rouge.

Recomendo começar a visita do bairro pela Sacré Coeur mesmo. A vista lá de cima é maravilhosa.

Amélie Poulain

Sacre Coeur

Sacre Coeur

Depois desça em direção à rua Des Trois Frères, 56. É lá que está a famosa frutaria.

A frutaria

A frutaria

 

Keep walking até a rua Tholozé, 10 e chegue no Studio 28, o cinema que ela assistia filmes antigos e observava a reação dos demais espectadores.

Studio 28

Studio 28

E em mais alguns metros de caminhada você chegará no santuário, ops, no Café Des 2 Moulins (Rua Lepic, 15). Antes que me perguntem, já respondo: sim, o café é lotado de turistas. Sim, ele é bem mais caro que os cafés da região, mas se você quiser só entrar e tirar uma foto, ninguém irá te impedir. Entrei, sentei, pedi um café e tirei muitas fotos. Paguei €5 por um cappuccino (basicamente o mesmo preço da Starbucks). Só não pedi o Crème brûlée porque não curto mesmo.

A fachada

A fachada

O café

O café

Além dos cartazes gigantes do filme, apenas uma dica: vá até o banheiro. Do lado, eles fizeram um santuário com peças originais do filme.

O santuário

O santuário

 

O cartaz enorme

O cartaz enorme

Ainda há mais alguns pontos de interesse e que foram mostrados no filme. São eles: Rua Saint Vincent, que é a rua mostrada na última cena do filme (a cena em que ela anda de moto com o namorado) e o próprio Moulin Rouge (mas esse eu tenho certeza que você verá com ou sem Amélie).

O canal de St. Martin não fica nessa região. Você tem que pegar um metrô até a estação Gare de L’lest. Eu até fiz isso, mas fui surpreendida por uma chuva gelada no meio do caminho. Como estava sem guarda-chuva e sou uma negação com mapas, acabei me perdendo e tive que voltar porque não estava mais aguentando o frio. Mas tudo bem. Voltarei só para ver esse canal.

Uma das ruelas de Montmartre

Uma das ruelas de Montmartre


Lembrou do seguro viagem? Ele é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen. Nos demais países também é recomendável a contratação, pois não podemos prever incidentes. Leia sobre minha internação na Tailândia. No caso dos Estados Unidos, por exemplo, o custo médico diário de uma internação fica na faixa dos U$2.000 (caríssimo). Além disso, o seguro é super útil nos casos de cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Você pode cotar na Seguros Promo sem compromisso e, caso opte pela contratação, ainda tem um desconto extra de 5% utilizando o cupom PRECISOVIAJAR5.


Cada vez que você reserva algo com um dos nossos parceiros recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter atualizado e com novas dicas de viagem.

11 comentários
0

Artigos Relacionados

11 comentários

Mariana G. 20 de Maio de 2014 - 09:41

Adorei!! Montmartre (e Amelie Poulain) é um dos principais motivos pra eu, finalmente, conhecer Paris 😉

Reply
Fernanda 22 de Maio de 2014 - 21:54

Sim, muito amor por Montmartre e Amelie.

Reply
Raquel 23 de Maio de 2014 - 12:13

Em qual época do ano/mês vc foi?!

Reply
Fernanda 27 de Maio de 2014 - 21:09

Março de 2014

Reply
Carol 26 de Maio de 2014 - 20:15

Oi Fernanda, conheci seu blog hoje e não consegui desplugar! Parabens pelo trabalho que faz aqui. Se não for muita folga, gostaria de esclarecer uma dúvida contigo… Claro, se voce souber! Meu cunhado tem dupla nacionalidade (alemã/brasileira), e mora legalmente nos EUA. Você sabe se ele se encaixa na mesma cota alfandegária para entrar no Brasil, usando o passaporte alemão? Eu queria que ele trouxesse um carrinho de bebê pra mim, mas este carrinho ultrapassa os 500usd, pensei que talvez se o carrinho viesse fora da caixa e como bagagem dele, pudesse passar sem maiores problemas. Você sabe algo a esse respeito?

Reply
Fernanda 27 de Maio de 2014 - 21:04

Não sei te responder. Eu entro sempre com o passaporte brasileiro aqui.

Reply
viagem doce viagem 28 de Maio de 2014 - 16:06

Ai que saudades de Paris 🙁

Reply
Tony Bessone 9 de agosto de 2014 - 19:44

Adorei o seu post sobre Paris , não conhecia o filme sobre amelie porém já estou assistindo no netflix

Reply
Fernanda 9 de agosto de 2014 - 20:17

Ahhh…eu assisto ontem pela milésima vez. Voc~e vau curtir!

Reply
Ana Medeiros 28 de fevereiro de 2015 - 20:11

Meu filme favorito.
Infelizmente eu não o tinha assistido quando conheci Paris, então andei perto desses lugares sem saber.
A emoção que senti foi contrária… na primeira (e em todas as outras mil) vez que assisti me emocionei em rever Paris.
Muito amor por filmes franceses!
🙂

Reply
Fernanda 28 de fevereiro de 2015 - 21:53

A primeira vez que fui para Paris também não tinha visto, Ana. Muito amor mesmo por filmes franceses.

Reply

Deixe um Comentário