Home Destinos InternacionaisEuropaItáliaCinque Terre Viagem para Cinque Terre: o que você precisa saber

Viagem para Cinque Terre: o que você precisa saber

por Fernanda

Atualizado em

Cinque Terre (ou as cinco terras em português) cravadas na costa da Ligúria (Itália) são Patrimônio da Unesco. Monterosso al Mare, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore são as cinco terras (na verdade vilas) que fazem parte de Cinque Terre. O lugar é lindíssimo. Estive em Cinque Terre pela primeira vez em junho de 2010 e naquela época consegui fazer a trilha da famosa Via Dell’Amore. Infelizmente, no final de 2011, uma enchente destruiu parte das trilhas e hoje (abril/18) a Via Dell’Amore está fechada. Veja então o que é bom saber ao programar uma viagem para Cinque Terre.

Viagem para Cinque Terre: o que você precisa saber

Onde fica Cinque Terre

Cinque Terre fica na região da Ligúria, mas é também é um passeio popular para quem está fazendo uma viagem pela Toscana. Por exemplo, em 2010, fui para Cinque Terre a partir de Pisa porque minha prima estava morando lá.

Só para você ter uma ideia, em termos de distância, La Spezia (a porta de entrada de Cinque Terre) fica a 85km de Pisa, 112km de Gênova e 150km de Florença.

Como chegar em Cinque Terre

Você pode fazer um passeio de bate-volta de uma das cidades próximas (citadas acima). O acesso via trem é muito tranquilo. Pegue o trem até a estação La Spezia e de lá pegue o trem regional para as vilas. Se quiser vir de carro, deixe o carro estacionado em La Spezia e visite as vilas com o trem regional.

Outra opção é montar base em La Spezia e curtir a região com um pouco mais de calma. Uns amigos ficaram no hotel Firenze e Continentale e gostaram muito. Também já escutei boas recomendações do Atmosfere Guest House.

Se você quiser ficar em uma das vilas, recomendo ficar em Monterosso al Mare pois é a mais plana. Nas outras vilas, a logística com malas pode ser complicada.

viagem para cinque terre

Corniglia, a “terra” do meio.

Cinque Terre Card

Estou batendo na tecla do “trem regional”, porque realmente acho que é a melhor opção para quem vai visitar a Cinque Terre. O Cinque Terre Card inclui uso ilimitado dos trens que circulam pelas vilas, as trilhas, wi-fi e uso dos banheiros (na Itália paga-se para usar o banheiro público) e pode ser comprado em qualquer estação de trem de Cinque Terre.

O bilhete de 1 dia custa €16 e de 2 dias custa €29 (preços para pessoas de 12 a 69 anos).

Crianças entre 4 a 12 anos pagam €10 (bilhete de 1 dia) e pessoas com mais de 70 anos pagam €13 no bilhete de 1 dia.

viagem para cinque terre

Importante:

1) Não esqueça de validar o bilhete em uma das máquinas da estação antes do embarque.

2) Tome cuidado com os batedores de carteira dentro do trem, principalmente se o trem estiver lotado.

Qual a melhor época para visitar Cinque Terre

Diria que de maio a setembro é a melhor época para visitar as Cinque Terre. Mas é bom levar em consideração que julho e  agosto são meses de altíssima temporada (tudo lotado) e muito calor na Itália.

viagem para cinque terre

Via dell’Amore em junho de 2010

O início da primavera e o outono costumam ser chuvosos. Senti isso na pele. Estive em abril na Itália e choveu vários dias. Inclusive quase tive que cancelar a viagem para Cinque Terre porque não parava de chover. Por sorte, consegui encaixar o passeio no único dia de sol da semana.

No inverno, as temperaturas até que são amenas para o padrão do inverno europeu (média de 14 graus), mas as vilas ficam vazias e também há chances de chuvas.

Trilhas

A trilha mais famosa de Cinque Terre é o Sentiero Azzurro (Caminho Azul), mas a Via dell’Amore (Riomaggiore – Manarola) e o trecho Manarola – Corniglia estão fechados.

As trilhas abertas no momento (abril/18) são: Manarola – Volastra – Corniglia; Corniglia – Vernazza (4km)Vernazza – Monterosso (4km). 

Eu decidi fazer a caminhada de Volastra até Corniglia. O trecho de Manarola até Volastra eu só recomendo para quem realmente está em boas condições físicas, porque tem muita subida. Para chegar em Volastra há um micro-ônibus ou você pode ir de carro. Caso queira ir com excursão desde Florença, a única empresa que faz esse trecho específico de Volastra a Corniglia é a Viator (via empresa local Walkabout). É o tour mais bem avaliado de Cinque Terre e muito completo. Inclui o traslado de Florença até Cinque Terre, a trilha, os deslocamentos de trem e o passeio de barco.

viagem para cinque terre

Começo da trilha de Volastra até Corniglia.

O trecho de Volastra até Corniglia é de 5 km de muitas descidas em terrenos instáveis. Embora muita gente tivesse me dito que o melhor era só o começo da trilha, eu achei a chegada em Corniglia muito bonita também. Na verdade, eu adorei a trilha. Você vê muitas paisagens incríveis: tanto do mediterrâneo, como dos vinhedos e de Corniglia.

viagem para cinque terreviagem para cinque terreViagem para Cinque Terre: conheça todas as vilas

A ordem lógica para quem vai pegar o trem em La Spezia é: Riomaggiore – Manarola – Corniglia – Vernazza – Monterosso al Mare. Você pode inverter, fazer uns trechos de trem, outros a pé e recomendo fazer um trecho de barco. Eu fiz o trecho de barco de Monterosso a Riomaggiore.

Corniglia

Corniglia é a terra do meio, fica no alto e, por incrível que pareça, a vila menos visitada. Não é todo mundo que encara os 382 degraus que separam a estação da trem do vilarejo. Dica: tem um ônibus que sai da estação e vai até o vilarejo (está incluso no Cinque Terre card). Recomendo, principalmente nos dias de muito sol e calor.

Corniglia tem um centro bem ajeitadinho e uma praça com vários restaurantes, mas o destaque vai mesmo para os mirantes.

viagem para cinque terre

Um dos mirantes

viagem para cinque terreImportante: os barcos não param em Corniglia.

Vernazza

De Corniglia, segui de trem para Vernazza. Na minha opinião, Vernazza é a vila mais bonita e mais charmosa. Se eu só pudesse conhecer uma das vilas, escolheria Vernazza.

viagem para cinque terre

Vernazza vista do barco

Monterosso al Mare

Monterosso é a maior das vilas e a que possui as melhores praias para banho.  Importante: as praias de Cinque Terre não são de areia. São de pedrinha. Leve um chinelo ou uma sapatilha especial.

viagem para cinque terre

Praia de Monterosso

Mesmo sendo a maior das vilas, ainda é bem pequena. Tem a parte “beira-mar” e um centrinho. Uma dica: nesse centrinho tem um bar onde você pode fazer degustação dos vinhos locais e das cervejas artesanais. Ao lado, em uma das ruelas tem um lugar que vende pizza, foccaccia e pão frito chamado Il Frantoio. Sem palavras para descrever o pão frito (tava com tanta fome que nem tirei foto). Vai por mim! Esse pão é dos deuses.

viagem para cinque terre

Este é o centrinho e o lugar onde dá para fazer as degustações

viagem para cinque terre

Riomaggiore

De Monterosso peguei um barco até Riomaggiore, a primeira terra para quem sai de La Spezia. Aliás, recomendo demais o passeio de barco pela região. Consegue-se um outro panorama das vilas e as vistas são incríveis.

viagem para cinque terre

Riomaggiore vista do barco

viagem para cinque terre

Manarola

Manarola é a segunda menor vila e é vizinha a Riomaggiore. Estive em Manarola em 2010 quando fiz a Via Dell’Amore partindo de Riomaggiore. Hoje a alternativa para quem quer ir a pé de Riomaggiore para Manarola é a trilha 531 por Beccara. Para quem não quiser caminhar, o trem é sempre uma opção.

Espero que essas dicas tenham ajudado no planejamento da sua viagem para Cinque Terre.


Lembrou do seguro viagem? Ele é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen. Nos demais países também é recomendável a contratação, pois não podemos prever incidentes. Leia sobre minha internação na Tailândia. No caso dos Estados Unidos, por exemplo, o custo médico diário de uma internação fica na faixa dos U$2.000 (caríssimo). Além disso, o seguro é super útil nos casos de cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Você pode cotar na Seguros Promo sem compromisso e, caso opte pela contratação, ainda tem um desconto extra de 5% utilizando o cupom PRECISOVIAJAR5.


Cada vez que você reserva algo com um dos nossos parceiros recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter atualizado e com novas dicas de viagem.

Artigos Relacionados

Deixe um Comentário