Home Destinos InternacionaisÁsiaTailândia Golpes comuns na Tailândia

Golpes comuns na Tailândia

por Fernanda

Atualizado em

A Tailândia é um país fantástico, mas, como em qualquer outro lugar, há que se tomar certos cuidados. Golpes são comuns e por mais evidentes que sejam, muita gente ainda cai neles.

Fiz uma lista dos mais comuns. Se estiver visitando o país e presenciar alguma dessas cenas, tenha certeza que é cilada.

1) Atrações fechadas

Motoristas de táxi duvidosos e principalmente motoristas de tuk tuk mal intencionados, costumam falar para os turistas que determinada atração está fechada naquele dia, mas que ele pode ajudar te levando para pontos turísticos menos conhecidos.

Hum…cilada!

Para não dizer que os pontos turísticos não fecham, tenho uma história real para contar aqui. Minha amiga não conseguiu visitar o Grand Palace porque ele estava fechado. Era aniversário do rei e eles fecharam o local. Ok, um dia no ano. Ainda sobram 364 que o Grand Palace está aberto.

Minha dica: não confie em informações de fontes duvidosas. No pior dos cenários, vá até o local, vá até a bilheteria e verifique. Táxi na Tailândia é barato. Melhor gastar U$5 do que perder seu dia de passeio caindo em ciladas.

Porque essa história de “te levo para lugares menos conhecidos” vira um segundo golpe.

2) Corrida de tuk tuk barata

Ah, as famosas corridas de tuk tuk por 10 ou 20 baht. Realmente incrível! Você paga o equivalente a U$3-6 para ficar com o tuk tuk à sua disposição o dia inteiro. Tailândia é barata, mas nem tanto.

O famoso tuk tuk

O famoso tuk tuk

Cilada!

O motorista de tuk tuk ganha comissão de lojas de ternos, seda e o que mais você possa imaginar para levar os turistas até lá. Não sei vocês, mas meu sonho não é ficar procurando terno sob medida na Tailândia debaixo de um calor úmido de 40 graus.

Golpe mais que evidente (na minha humilde opinião), mas meu ex-namorado caiu e ainda comprou um terno. O terno – por sinal – é super bem feito, mas na loja que ele mandou fazer foi superfaturado.

Se você realmente quiser comprar um terno, peça indicação de uma loja séria para a recepcionista do hotel.

3) Massagem em lugar só para homens

A massagem tailandesa é ótima. Eu fiz várias e em lugares super tradicionais e recomendados e até mesmo no meio da rua, mas existem lugares e lugares.

Massagem com essa vista. E massagem séria!

Massagem com essa vista. E massagem séria!

Casa de massagem séria não tem ala separada para homens. Casa de massagem séria não tem happy end no final. Happy end = hum, como posso explicar sem baixar o nível? Bom, rola um serviço manual no final, mas o Google pode te explicar melhor.

E os caras oferecem esse tipo de serviço na luz do dia para todos os homens (não interessa se você está acompanhado). Eu estava com um amigo em Bangkok e de vez em quando mentíamos que éramos namorados para tentar afastar esses caras e, mesmo assim, eles ofereciam a massagem só para meu amigo.

Cada um faz o que quer e a prostituição realmente faz parte do cotidiano na Tailândia, mas nunca é demais alertar.

4) Golpe do ping pong

Tenho certeza que você já ouviu falar dos shows de ping pong e again, como explicar sem baixar o nível? É um show de pompoarismo. Para descrever em apenas uma palavra – bizarro.

Você tem que ir para a zona, bordel (ou sei lá o nome que você prefere chamar) para ver esse tipo de show. Eu fui com mais umas meninas que conheci em Bangkok e, como disse, foi bizarro. Até hoje eu tenho um certo trauma. Vale a pena pela experiência “exótica”, mas é bom se preparar.

Mas qual o problema do show de ping pong? O problema é que você tem que ir para a zona e consequentemente negociar com o cafetão o valor da entrada. E o problema é que nem sempre o cara que está parado na porta da boate fingindo ser o segurança é o cafetão. Ou seja, você paga para um desconhecido, entra achando que está tudo pago e aí – do nada – aparecem uns caras e te cobram dinheiro.

Existem centenas de relatos de gente que teve que deixar mais de U$1.000 nessa brincadeira. E acredite, você não vai querer ter problemas com a máfia tailandesa.

Então, se decidir assistir um desses shows tenha certeza que está negociando o valor da entrada com a pessoa correta e também garanta que não é obrigado a consumir nada lá dentro.

5) Furto de bagagens

Olha, não dê mole nas viagens de ônibus. Quando descer, leve tudo com você. Já escutei dezenas de relatos de pessoas que deixaram a mochila dentro do ônibus com laptop, câmera, iphone porque iam descer rapidinho para ir ao banheiro e perderam tudo.

Outra coisa – não deixe nada de valor ou que você não quer perder na mala que vai no bagageiro. Existem boatos que pessoas viajam no bagageiro para abrir as malas dos turistas. Bom, abriram a minha. Eu acho que não levaram nada, mas eu também não tinha muita coisa.

No mais, a Tailândia é um país muito tranquilo e muito menos violento que o Brasil. Eu já fui 5 vezes e nunca tive problemas, nunca me senti ameaçada, nunca sofri assédio por parte dos tailandeses, mas é bom evitar certas coisinhas para não prejudicar sua viagem.

 

 

26 comentários
0

Artigos Relacionados

26 comentários

Fernanda Oliveira de Souza 26 de fevereiro de 2013 - 08:13

Fernanda você tem canal no youtube ? seria muito legal acompanhar tbm por videos. seu site esta me ajudando muito.
abraços.

Reply
Fernanda 26 de fevereiro de 2013 - 08:47

Tenho alguns videos no Vimeo, mas não gravei nenhum com dicas específicas. Tá faltando tempo mesmo e também não me curto muito em vídeos. rs

Canal no Vimeo – precisoviajar

Reply
Rafael Carvalho 26 de fevereiro de 2013 - 13:55

Ótimas dicas, Fê! Ainda mais que estou indo pra lá! E esse negócio do ping pong? Achei bizarro hahaha quem sabe?! Bjs

Reply
Fernanda 26 de fevereiro de 2013 - 18:12

É extremamente bizarro. hahaha
Eu iria. É realmente inacreditável.

Reply
Suelen 26 de fevereiro de 2013 - 22:59

Post de utilidade pública, hehehe. Como nao irei a Tailandia tao cedo, avisarei meus passageiros! Valeu as dicas.

Abs!

Reply
Fernanda 27 de fevereiro de 2013 - 00:39

🙂

Reply
Rafael 27 de fevereiro de 2013 - 10:49

Tentaram aplicar o do Grande Palácio com a gente, mas felizmente não caímos. A Tailândia, assim como boa parte de Ásia, é um ótimo lugar. Só tem que ficar esperto com essas coisas.

Reply
Fernanda 27 de fevereiro de 2013 - 17:52

Aham! Ásia inteira é cheia de golpes. Vou escrever uns populares na China também.

Reply
Paulo Bravo 27 de fevereiro de 2013 - 19:23

Parabéns pelo programa, na OTV! 🙂 Estava bastante interessante!
E parabéns pelo blog, que está cada vez melhor!
Bjs

Reply
Fernanda 28 de fevereiro de 2013 - 09:06

Obrigada Paulo! Confesso que estou com uma invejinha de vc. Vi que vc está morando em Londres. Vc sabe que a Adri mora aí tb né?

Reply
Paulo Bravo 28 de fevereiro de 2013 - 18:31

Pois é, depois de mais de dois anos a entrar e sair no Reino Unido quase diariamente (morava em Espanha e trabalhava em Gibraltar, Reino Unido, eheh), mudei-me (mais a minha mulher) de vez para Londres. 🙂
Sim, vou tentar combinar algo com ela, logo que me estabeleça melhor aqui.
Bjs

Reply
Danielle 1 de março de 2013 - 19:20

Oi Fé… eu sou de Abu Dhabi,UEA,e estou pensando em ir para Tailandia em julho, seria uma boa epoca ou não?
obrigada.

Reply
Fernanda 2 de março de 2013 - 18:25

É a época de chuvas.

Reply
Herman Berg Maurício 13 de junho de 2013 - 10:20

Olá Fernanda,

Adorei o seu Blog. Muitíssimo útil para mim. Vou para Thai em setembro e é a minha primeira viagem para lá 😀 Gostaria de uma ajuda sua, pois pretendo ficar um mês por lá e poder conhecer todo o país.

Tenho um amigo que mora lá mas vale sempre uma dica de uma brasuca 🙂 será que posso conseguir algumas informações com você?

Reply
Fernanda 13 de junho de 2013 - 16:30

Olha, tem muito post da Tailândia aqui (uns 30). Você já viu? Se tiver uma dúvida mais específica, é só perguntar no post em questão.

Reply
Leonardo Lavall 8 de março de 2015 - 02:15

Fique por lá. vai a dica

Reply
juliana 28 de outubro de 2013 - 17:17

Oi Fernanda,

Ouvi alguns comentários a respeito do sleeping gás, acontece com frequência mesmo?

Também que sair de Bangkok para o Camboja seria um pouco complicado.

Pode me dar alguma dica de segurança?

Obrigada

Reply
Fernanda 28 de outubro de 2013 - 17:21

Fiz um post contando da experiência de atravessar da Tailândia para o Camboja. É chatinho, mas seguindo as dicas NÃO tem como ser enganado. https://www.precisoviajar.com/2012/05/como-atravessar-a-fronteira-de-bangkok-para-siem-reap.html

Sleeping gas NUNCA ouvi falar. Queria de verdade saber quem fica falando essas coisas.

Para mim, é MUITO mais seguro viajar pela Tailândia e pelo Camboja do que sair na rua numa grande cidade brasileira.

Reply
Simone 25 de maio de 2014 - 20:33

Adorei as inofrmações, vou ficar 17 dias, estou em duvida se viajo para o norte da Tailandia para ver os templos.

E agora que resolvi ir acontece o golpe de estado…

Pretendo viajar em Fevereiro de 2015.

Reply
Fernanda 27 de maio de 2014 - 21:05

Acho que até lá tudo estará tranquilo (assim espero)

Reply
Camis 17 de agosto de 2015 - 12:21

Tem também o golpe do macaco. Vem um cara e literalmente joga o macaco no teu colo. O cara do lado tira uma foto polaroid e te obriga a comprar.
O do templo fechado é classico ( tentaram conosco varias vezes)

Reply
Fernanda 17 de agosto de 2015 - 16:38

Eu morreria com esse golpe. Morro de medo de macaco.

Reply
Claudete 16 de outubro de 2017 - 00:51

Parabéns pelos relatos..
Vou em 2018

Reply
Juliana 23 de fevereiro de 2019 - 09:18

Bom dia gostaria de saber sobre as cirurgias plásticas de lá vc já ouviu falar como nós da podemos ir lá pra fazer e o preço tem algum noção

Reply
Juliana 23 de fevereiro de 2019 - 09:19

Bom dia gostaria de saber sobre as cirurgias plásticas de lá vc já ouviu falar como nós do bo Brasil podemos ir lá pra fazer e o preço tem algum noção

Reply
Fernanda 24 de fevereiro de 2019 - 11:55

Já ouvi muitas pessoas falarem sobre isso, mas nunca pesquisei a fundo porque não tenho interesse em fazer cirurgia plástica.

Reply

Deixe um Comentário