Home Destinos InternacionaisEuropaPortugalLisboa Roteiro de 3 dias em Lisboa

Roteiro de 3 dias em Lisboa

por Fernanda

Atualizado em

Essa sugestão de o que fazer em Lisboa em 3 dias inclui os principais pontos turísticos em Lisboa e também alguns lugares ainda não tão conhecidos. É um roteiro que exige bastante disposição para caminhada. Admito que não sou muito boa montando roteiros e não saio com tudo 100% planejado, porque não dá para prever muitas coisas durante a viagem (atrasos, chuva, problemas, etc.). Gosto de ter uma base do que fazer e visitar em cada cidade e aí ir adaptando o meu roteiro. Por exemplo, eu acompanho freneticamente a previsão do tempo e vou priorizando as atrações que “precisam” de sol mesmo que não sejam no mesmo bairro. Deixo as atrações que podem ser visitadas com chuva (atrações fechadas, museus, etc.) para esses dias.

Saiba que passear pela capital portuguesa é bem tranquilo. O transporte público funciona muito bem e boa parte das atrações turísticas estão concentradas na região central. E as que não estão no centro são facilmente acessadas via metrô, bonde ou ônibus. Aliás, se ainda não sabe onde ficar em Lisboa eu sugiro justamente ficar na região central na Baixa ou Rossio. Eu já fiquei no Hostel Travellers House eleito um dos melhores hostels do mundo (RESERVE AQUI) e no Hotel Brown’s Downtown (RESERVE AQUI). Outra boa opção para hospedagem em Lisboa é a região de Marquês de Pombal e Avenida da Liberdade.  Alguns hotéis que já fiquei na região: Hotel Exe Liberdade (novinho e muito, muito bom) – (RESERVE AQUI), no HF Fenix Garden (RESERVE AQUI) e no Ibis Liberdade e gostei bastante (RESERVE AQUI). Ele fica a poucas quadras da avenida de mesmo nome. Bom, vamos lá. Veja o que fazer em Lisboa em 3 dias.

O que fazer em Lisboa em 3 dias: Roteiro Completo

O que fazer em Lisboa em 3 dias: Belém e Cristo Rei

Dia 1: Belém e Cristo Rei

Belém com certeza já está no seu roteiro de Lisboa, mas talvez o Cristo Rei não esteja e eu acho que vale a pena encaixar no seu roteiro. Dá para fazer as duas regiões com o transporte público, mas para visitar Belém e Cristo Rei no mesmo dia você terá que acordar cedo.

Visitar Belém é quase como voltar para a época das Grandes Navegações. A região de Belém é parte importantíssima da História de Portugal e consequentemente de Lisboa. Belém é um pouco afastada da região central de Lisboa, mas dá para chegar lá de elétrico (bonde), ônibus ou trem.

Já adianto que há muitas atrações em Belém e se quiser dá para dedicar um dia de o que fazer em Lisboa em 3 dias só para Belém. Analise com calma quais pontos turísticos pretende visitar e encaixe-os no seu roteiro de acordo com a sua disponibilidade de tempo.

Roteiro por Belém em Lisboa

Para chegar em Belém você pode pegar o elétrico 15E na Praça do Comércio e descer na parada Mosteiro dos Jerônimos. Caso a fila esteja muito grande para pegar o elétrico, pergunte onde fica a parada do ônibus 728. As filas são menores.

  • Pastéis de Belém

Acho que não há nada melhor do que começar o dia (e a viagem) comendo um delicioso pastel de nata na confeitaria Pastéis de Belém. As filas são sempre enormes, mas o que muita gente não sabe é que há 400 lugares disponíveis lá dentro. O preço é o mesmo e o serviço é muito rápido. Caso o seu hotel não ofereça café da manhã, vale a pena tomar o café lá. Eles servem sanduíches e salgados. Depois que provar os verdadeiros pastéis de Belém siga andando para o Mosteiro dos Jerônimos.

  • Mosteiro dos Jerônimos

Se eu só pudesse escolher uma atração para visitar em Lisboa eu escolheria o Mosteiro dos Jerônimos. Só que eu não sou a única que pensa assim. O Mosteiro dos Jerônimos é uma das atrações mais concorridas de Lisboa, então sugiro comprar um ingresso fura-fila da bilheteria com antecedência. Veja como comprar o seu ingresso fura-fila Mosteiro dos Jerônimos.  Ele é uma grandes obras do período Manuelino e patrimônio da Unesco. Já foi habitado por monges da Ordem de São Jerônimo (vem daí o nome “Jerônimos). Durante quatro séculos o trabalho espiritual dos monges foi rezar pela alma do rei e confortar marinheiros.  Leia mais sobre o Mosteiro dos Jerônimos. Depois que terminar a visita ao Mosteiro siga em direção ao Padrão dos Descobrimentos. É tudo muito bem sinalizado, mas é sempre bom carregar um mapa.

pontos turísticos em lisboa

Mosteiro dos Jerônimos

  • Padrão dos Descobrimentos

O Padrão dos Descobrimentos foi inaugurado em 1960, no 500º aniversário da morte de Henrique, o Navegador. Ele faz uma homenagem a vários portugueses que tiveram notoriedade durante a época das Grandes Navegações. Dom Henrique, Vasco da Gama, Fernão de Magalhães são alguns dos homenageados no monumento. É possível subir ao topo mediante pagamento. Curiosidade: todo mundo tem o costume de olhar para cima quando chega ao Padrão dos Descobrimentos, mas minha dica é que você também olhe para o chão. O mosaico ilustra toda a rota dos navegadores portugueses. Siga caminhando pela orla do Tejo até a Torre de Belém. É uma caminhada bem gostosa.

pontos turísticos em lisboa

Padrão dos Descobrimentos

  • Torre de Belém

O que falar do cartão postal mais famoso de Lisboa? A Torre de Belém resume o período das Grandes Navegações portuguesas. É lindíssima. Caso queira, é possível subir na Torre de Belém mediante pagamento. Já adianto que a escada é em espiral e bem estreita. E a fila para subir é enorme. A recompensa? Uma vista incrível!

Você pode voltar caminhando para o trecho inicial do passeio e de lá pegar o elétrico ou um ônibus até o centro histórico ou pode ir andando até o MAAT. Aí fica a seu critério.

pontos turísticos em lisboa

Torre de Belém

  • MAAT

Caso tenha optado em seguir caminhando até o MAAT, você pode entrar no museu inaugurado em 2016 (seu acervo conta com obras de mais de 250 artistas portugueses) ou simplesmente admirar a sua arquitetura e a vista matadora do Rio Tejo e da Ponte 25 de Abril. O MAAT (Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia de Lisboa) é um dos meus lugares favoritos em Lisboa.

maat lisboa

MAAT

Para seguir o roteiro, sugiro pegar um trem de Belém até o Cais do Sodré.

 


Dicas Belém: se você tiver mais tempo ou se resolver dedicar 1 dia inteiro do seu roteiro para Belém ainda dá para visitar os seguintes museus da região: Museu Nacional dos Coches, Museu de Marinha e Museu Coleção Berardo.

O passeio mais incrível que fiz em Lisboa foi assistir ao pôr do sol a bordo de um veleiro. Você consegue ver a Torre de Belém e o Padrão dos Descobrimentos por outro ângulo. Se for visitar Lisboa durante os meses mais quentes (maio a setembro) eu recomendo muito esse passeio de veleiro pelo Tejo (saída da Doca de Belém).


Cristo Rei

Se você ainda estiver com tempo e quiser seguir em direção ao Cristo Rei (que na minha opinião oferece a melhor vista de Lisboa), desça no Cais do Sodré e pegue o ferry em direção a Cacilhas. Chegando em Cacilhas, procure pela parada do ônibus (autocarro) 101 que vai até o Cristo Rei.

roteiro de 3 dias em Lisboa

Vista do Cristo Rei

Na volta, pare para comer no Mercado da Ribeira em frente à estação Cais do Sodré. O mercado gourmet é bem eclético e tem opção para todos os gostos e bolsos. Se ainda tiver disposição dá para conhecer a Rua Cor de Rosa (Pink Street) que fica bem perto do Mercado da Ribeira (procure a saída da Rua Cor de Rosa).

mercado ribeira lisboa

Mercado da Ribeira

Seguindo o que fazer em Lisboa em 3 dias vamos para a parte histórica.

Dia 2 – Centro Histórico

Lisboa é uma cidade que respira História. Já foi  conhecida como a Senhora dos Mares quando Portugal estava no seu auge (na época das grandes navegações). O comércio de ouro, joias, seda e especiarias estavam a todo vapor. A arquitetura manuelina despontava na cidade. Tudo estava indo muito bem até o dia 1/11/1775. O dia que tudo desmoronou (literalmente). Um grande terremoto atingiu Lisboa. Os tremores causaram incêndios e um tsunami. Boa parte da cidade caiu em um efeito dominó.

O segundo dia do roteiro Lisboa é dedicado a toda a parte do Centro Histórico: são vários bairros vizinhos que podem ser percorridos a pé ou via elétrico (bonde). O dia pede um calçado confortável, pois envolve muitas subidas e descidas.

O que fazer em Lisboa em 3 dias: principais atrações do Centro Histórico

  • Praça do Comércio

Comece explorando a Praça do Comércio, uma das praças mais bonitas da Europa.  Vale a pena subir no Arco da Vitória (Rua Augusta), pois o mirante tem vistas espetaculares de Lisboa. Continue na Rua Augusta. Dica: vale a pena parar e saborear o bolinho de bacalhau da Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau.

roteiro de 3 dias em lisboa

Praça do Comércio

 

  • Elevador de Santa Justa

Continue andando até a Rua de Santa Justa. As filas para subir no elevador costumam dar voltas na quadra. Caso não tenha tempo e/ou paciência há uma vista bem similar e gratuita na entrada do Largo do Carmo.

  • Praça da Figueira e Praça do Rossio

Siga em direção à Praça da Figueira e depois ao Rossio, uma das principais praças de Lisboa. Atrás da estação de trem do Rossio, a Calçada do Carmo vai até o Largo do Carmo.

  • Convento do Carmo

O Convento do Carmo foi quase totalmente destruído no terremoto de 1755. E as ruínas que sobraram fazem dele um lugar tão interessante. Hoje as ruínas do Carmo abrigam o Museu Arqueológico do Carmo. Leia mais sobre o Convento do Carmo.

  • Estátua Fernando Pessoa

Siga em direção ao metrô de Baixa Chiado. Não esqueça de tirar uma foto com o Fernando Pessoa na frente do Café a Brasileira.

  • Elevador da Bica

Pegue a rua Serpa Pinta, depois a Rua de São Paulo até o Elevador da Bica, um funicular e um dos cartões postais mais famosos da cidade.

elevador da bica

  • Miradouro de Santa Catarina (Adamastor)

Depois desça a Rua Marechal Saldanha até chegar no Miradouro de Santa Catarina (Adamastor). Esse é um dos meus mirantes preferidos em Lisboa.

  • Passeio no Elétrico 28

Depende do seu ritmo, mas eu ainda consegui voltar para o Rossio e peguei o Elétrico 28 na Praça Martim Moniz. Esse é o “bonde turístico”. Na minha opinião, vale mais a pena que o ônibus turístico. Observação: o bonde 28 é muito lotado. O ideal é pegá-lo na praça Martim Moniz para ir sentado. Fique atento aos seus pertences, porque os batedores de carteira costumam fazer a festa dentro desse bonde.

 

roteiro de 3 dias em Lisboa

Lisboa e seus bondes

  • Largo das Portas do Sol e Miradouro de Santa Luzia

Desci na parada Largos das Portas do Sol (vistas incríveis da cidade) e já aproveitei para ver o Miradouro de Santa Luzia (são muito próximos).

  • Castelo de São Jorge

O Castelo de São Jorge data do século 11, quando os mouros ainda dominavam Lisboa e a Fortaleza era o coração da cidadela. O Castelo de São Jorge presenciou diversas batalhas e é parte importante da história da cidade. Chegue cedo ou vá no final do dia, pois é uma atração muito concorrida.

castelo são jorge lisboa

Castelo São Jorge Lisboa

  • Alfama

Do Castelo de São Jorge fui descendo a pé pelas ruas de Alfama. O fado é a trilha sonora do local. Observe os varais com as roupas balançando. Vale a pena assistir a um show de Fado em Alfama. 

  • Sé de Lisboa

Por fim, cheguei na Sé de Lisboa,  um dos grandes ícones da cidade. Ela foi construída em 1150 no lugar de uma mesquita logo após os cristãos reconquistarem Lisboa e restaurada na década de 1930. Bonita por fora e por dentro, a Sé de Lisboa definitivamente vale a sua visita.

A Sé de Lisboa

A Sé de Lisboa e o elétrico (bonde)

Pode parecer muita coisa, mas os pontos turísticos da região central são relativamente próximos um dos outros e se você tiver bastante disposição para caminhar (por isso é essencial um bom par de tênis), irá tirar esse roteiro de letra.

 


Dicas Centro Histórico: os meus restaurantes preferidos em Lisboa ficam nessa região. Na Rua dos Sapateiros, 218 (a mesma rua do hotel Brown’s Downtown fica o Restaurante A Licorista e o Bacalhoeiro. Preço justo e bacalhau delicioso. Já no Bairro Alto eu gosto do Restaurante Bota Alta que fica na Travessa da Queimada, 37. O bacalhau real é maravilhoso. E meu lugar favorito para comer pastel de nata em Lisboa também fica no centro histórico no Chiado: Manteigaria (Rua do Loreto, 2).

Como eu já disse, essa é a melhor região para hospedagem em Lisboa. Os preços estão meio inflacionados, então reservar com antecedência é extremamente recomendado. Eu já fiquei no Hostel Travellers House eleito um dos melhores hostels do mundo (RESERVE AQUI) e no Hotel Brown’s Downtown (RESERVE AQUI).

Se for fazer umas comprinhas e quiser visitar mais um mirante gratuito em Lisboa aproveite para visitar o Shopping Armazéns do Chiado. Vá até o quinto andar e veja Lisboa do alto.


O que fazer em Lisboa em 3 dias: Marquês de Pombal e Oriente

Dia 3 – Marquês de Pombal/Oriente

Se por ventura não deu tempo de visitar algum lugar do dia 2, comece por esse lugar não visitado e depois siga a pé ou de metrô para Marquês de Pombal.

Marquês de Pombal e Avenida da Liberdade

Parque Eduardo VII

Muita gente acaba deixando a região do Marquês de Pombal de fora do roteiro e é uma pena. O Parque Eduardo VII é um dos maiores parques de Lisboa e tem um canteiro inclinado com vistas espetaculares da Praça Marquês de Pombal e do Tejo.

parque eduardo vii

Parque Eduardo VII

 

Avenida da Liberdade

Se Londres tem a Regent St e Paris tem a Champs-Élysées,  Lisboa tem a Avenida da Liberdade, uma avenida super arborizada e que que liga a Praça dos Restauradores até a rotunda do Marquês de Pombal.

 


Dicas Marquês de Pombal e Avenida da Liberdade: essa é uma região muito bem servida de transporte público e possui preços mais camaradas de hospedagem. Na maioria das vezes, eu fico nessa região. Alguns hotéis que já me hospedei e indico na região: Hotel Exe Liberdade (novinho e muito, muito bom) – (RESERVE AQUI), no HF Fenix Garden (RESERVE AQUI) e no Ibis Liberdade (RESERVE AQUI).

Se ficar hospedado na região, aproveite para visitar o Shopping Amoreiras. Além de um ótimo lugar para compras, ele também oferece um mirante com uma vista maravilhosa da cidade (€5).

Caso queira fazer compras na Primark (a loja “barateza” da Europa vá até o Shopping Colombo. Pegue a linha azul do metrô em Marquês de Pombal e desça na Estação Colégio Militar/Luz. Pegue todas as dicas de onde fazer compras em Lisboa.


Oriente

Pegue o metrô em Marquês de Pombal e siga em direção ao Oriente (linha vermelha). Oriente é a área mais moderna de Lisboa e muita gente acaba nem visitando essa moderna região de Lisboa, achando que o Oriente se resume apenas ao Oceanário. Recomendo conhecer a belíssima estação de trem Gare do Oriente e depois passear pelo Parque das Nações e Pavilhão do Conhecimento. Essa é também uma ótima região gastronômica e de compras. Aliás, o Shopping Vasco da Gama é o shopping mais bonito que eu já vi.

  • Ponte Vasco da Gama

A Ponte Vasco da Gama é a ponte mais longa da Europa e tem seu charme apesar de não ter tão famosa como a ‘prima” Ponte 25 de Abril.

  • Parque das Nações

O Parque das Nações foi erguido durante a Expo’98 e revolucionou Lisboa. Essa é a parte progressista da cidade repleta de  edifícios modernosos e uma orla ao longo do Tejo que garante o que? Belas vistas da cidade. Vale a pena subir no teleférico se o dia estiver ensolarado.

parque das nações


Dicas Oriente: se quiser fazer umas comprinhas, vá até o Shopping Vasco da Gama. O shopping é muito lindo e tem muitas lojas boas.

Se a saudade da comida brasileira apertar, tem uma churrascaria brasileira chamada Chimarrão no Parque das Nações. Alameda dos Oceanos (P 2.11 R/C). Quebra um galho para quem já está sentindo falta de arroz, feijão e carne.


Dia extra em Lisboa ou se você conseguiu visitar tudo em menos dias

Se você tiver um dia extra em Lisboa, eu tenho 10 sugestões de bate-volta desde Lisboa. O meu preferido? O passeio para Sintra. Eu adoro Sintra que tem seu centro considerado Patrimônio Mundial pela Unesco. Outro passeio que gosto muito é o de Cascais e Boca do Inferno. Cascais fica bem pertinho de Lisboa e é uma graça de cidade. Se estiver visitando Lisboa durante os meses mais quentes, ainda poderá pegar praia em Cascais. A água chega a congelar os ossos, mas as praias são bonitas.

palácio da pena em sintra

Palácio da Pena em Sintra

Gostou dessa sugestão de o que fazer em Lisboa em 3 dias?

*Imagem em destaque retirada do site Shutterstock


Lembrou do seguro viagem? Ele é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen. Nos demais países também é recomendável a contratação, pois não podemos prever incidentes. Leia sobre minha internação na Tailândia. No caso dos Estados Unidos, por exemplo, o custo médico diário de uma internação fica na faixa dos U$2.000 (caríssimo). Além disso, o seguro é super útil nos casos de cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Você pode cotar na Seguros Promo sem compromisso e, caso opte pela contratação, ainda tem um desconto extra de 5% utilizando o cupom PRECISOVIAJAR5.


Cada vez que você reserva algo com um dos nossos parceiros recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter atualizado e com novas dicas de viagem.

26 comentários
1

Artigos Relacionados

26 comentários

Vitória 27 de abril de 2017 - 09:14

Minha eurotrip tá chegando e vendo seus posts eu fico tão ansiosa! Hahahaha

Reply
Fernanda 27 de abril de 2017 - 09:22

Que delícia! Agora é uma ótima época para visitar a Europa. Que invejinha rs.

Reply
Luis Carlos da Silva 31 de julho de 2017 - 10:06

Olá Fernanda! seja bem vinda! estou me preparando pra 15 dias na Itália,vc poderia me dar algumas dicas? pretendo fazer Roma,Toscana e Veneza. Abçs

Reply
Fernanda 6 de agosto de 2017 - 09:55

O ideal é que você tente entrar na Itália por Roma e saia por Veneza. Você pode fazer os deslocamentos entre as cidades de trem. Na parte da Toscana eu alugaria um carro, principalmente se você quiser dar uma passada pelos vilarejos e conhecer umas vinícolas. Mas alugue o carro só para esses passeios, porque em Florença não vale a pena.

Reply
Aloisio 9 de setembro de 2017 - 09:46

Olá Fernanda,
Somos um casal de idosos e passaremos por Lisboa proximamente. Será a segunda viagem e elaboramos esse roteiro sobre o qual gostaríamos da sua opiniáo:
Dia 21 – 5ª. Feira – chegada – Após deixar as malas no hotel pode ir até o Mosteiro dos Jerônimos ao lado do Pastel de Belém e depois esticar para comer um bacalhau no restaurante Os Jerônimos bem ao lado da fábrica de pastéis.

Dia 22 – 6ª.feira – Passeio pelo Parque das Nações. Vale a pena ir ao Oceanário e a Telecabine. Veja a possibilidade de almoçar no hotel Myriad. e se possível subam a Torre Vasco da Gama.

Dia 23 – Sábado – Livre: Pingo Doce – Feira da Ladra – Outlet Freeport fica em Alcochete – Centro comercial Colombo (shopping Colombo – fica na linha azul do metrô, estação Colégio Militar/Luz).- Manteigaria (pastel leite) Rua do Loreto 2 desça na estação de metrô Baixa-Chiado (linhas azul ou verde).

Dia 24 – Domingo – Retire o carro e vá até o Palácio da Pena em Sintra, Não dá para ir ao Castelo dos Mouros porque a caminhada é muito grande e cansativa. Depois siga direto até o Cabo das Rocas e almoce no restaurante Refúgio das Rocas (lula com queijo serra). Na volta fazer tudo pelo litoral, passando por Estoril, Cascais e parando obrigatoriamente na Boca do Inferno. Haverá diversas praias, fortes e lugares para fotos.

Reply
Fernanda 9 de setembro de 2017 - 10:44

Vocês querem dedicar um dia só para as compras mesmo? Olha, não vejo necessidade de alugar carro para ir para Sintra. Dá para ir de trem até Sintra e depois pegar um ônibus que deixa na frente do Castelo dos Mouros. Vale a pena entrar. Aqui eu expliquei certinho como ir para Sintra de trem e pegar esse ônibus. https://www.precisoviajar.com/2016/10/passeio-de-1-dia-em-sintra.html

Reply
Juliana 10 de setembro de 2017 - 13:56

Fernanda,estou amando seus posts……Irei em outubro para Portugal e ficarei 8 dias em Lisboa, de onde pretendo ir até Sintra e Óbidos.De Lisboa irei de trem até Porto e ficarei 4 dias.Vou sozinha e não alugarei carro, no seu roteiro de 10 dias, fiquei muito interessada no Vale do Douro, como visitar sem carro?Tem mais alguma dica para mim?obrigada!!!!!Deus a abençoe!!!!

Reply
Fernanda 10 de setembro de 2017 - 20:44

Dá para contratar um tour particular.

Reply
Cristina Reiche 13 de setembro de 2017 - 00:38

Oi Fernanda
Eu meu marido duas irmãs e cunhados vamos para Portugal no dia 15/10/2017, aí queria saber se você poderia me dar algumas dicas?
Estamos todos na casa acima dos 55 anos.

Saímos de São Paulo às 16h:40 do dia 15/10, chegando em Lisboa às 5h:30 do dia 16/10, ficamos no Hotel 3K Barcelona.
No dia 17/10 às 12h30, partimos para Funchal (hotel Jardins da Ajuda) e ficamos até o dia 20/10.Alugamos carro para todos os dias.
Dia 20/10 às 17h30 chegamos em Lisboa e pegamos o carro que alugamos, pernoitamos em Lisboa no Masa Hotel Almirante
Dia 21/10 partimos para Coimbra e ficamos até o dia 25/10 no Hotel D. Luis.
Ficamos no Porto de 25 a 29/10 no Star Inn Porto.
De 29/10 a 01/11 ficamos no Hotel Do Lago.
Dia 01/11 voltamos para Lisboa onde ficaremos no Masa Hotel Almirante até o dia 07/11, embarcamos às 23h para o Brasil.
•Qual na sua opinião seria a melhor estrada a utilizar? A via rápida ou secundária?
•Qual seria a melhor opção de parada sentido em direção a Coimbra ( Check-in à partir das 14h), na sua opinião o que não podemos deixar de conhecer em Coimbra e cidades próximas?
•Idem para as Cidades do Porto, Braga e Lisboa?
•Quando estivermos em Braga, pretendemos chegar até Viena do Castelo e Santiago de Compostela,
•No dia 01/11 quando sairmos e Braga sentido Lisboa, qual na sua opinião seria a melhor opção de estrada e qual o melhor local para parada de almoço?
•Pretendemos conhecer Serra da Estrela (Cidade dos Avós do meu Marido), na sua opinião de qual cidade é mais perto para esta visita, Coimbra ou Porto?
•Quais Vinícolas você acha que não podemos deixar de visitar, Castelos, Parques e locais?
•Tem restaurantes que você recomenda?
Como é o tempo na época da nossa viagem, quais roupas levar?
Ufa muita coisa né?
Desde ja obrigada
Bjs

Reply
Fernanda 13 de setembro de 2017 - 08:14

Em relação às estradas, eu sempre utilizo o Waze e ele vai me guiando. A Serra da Estrela é mais próxima de Coimbra.

Portugal é maravilhoso demais. Eu acho vale a pena conhecer as seguintes cidades além das clássicas Lisboa, Coimbra e Porto: Braga, Guimarães, Barcelos, Viana do Castelo, Nazaré, Batalha, Alcobaça, Fátima, Óbidos, Évora, Setúbal, Sintra.

Em relação às vinícolas do Douro, recomendo a Quinta do Vallado, Quinta Nova e Quinta do Castro.

Em outubro é outono. É bom acompanhar a previsão do tempo uns dias antes da viagem. De qualquer maneira, não é tão frio como em outros países da Europa.

Reply
chrystiane 17 de janeiro de 2018 - 18:44

Fernanda, boa noite!
Ótimo post e dicas.
Estarei indo dia 21/01/18 com minha filha de 8 anos e meus pais 75 anos.
Ficarei em lisboa ate 26/01/18 e depois vou para Porto.
Acha que compensa comprar o Lisboa Card?
Chegarei as 6am, pretendo comprar o chip na Vodafone, recomendado por voce. Acredito que esse horario as lojas ainda nao abriram no aeroporto. Consigo comprar em Chiado? Onde me hospedarei.
Será nossa primeira vez em Portugal.
Obrigada.
Chrys

Reply
Fernanda 17 de janeiro de 2018 - 20:06

Consegue sim. Tem um shopping no Chiado e várias lojas na Rua Augusta. Em relação ao Lisboa Card tem que fazer as contas e ver quantas atrações você pretende visitar.

Reply
Vaneza Narciso 10 de julho de 2019 - 21:23

Minha primeira viagem a Europa incluiu Lisboa. A praça do comércio considero a mais bonita da Europa ( embora nao a conheço muito). Porém nao fui a Cristo rei.

Enviei seu post para uma amiga que quer fazer a primeira viagem a Europa.
Abs!

Reply
Fernanda 10 de julho de 2019 - 22:13

Obrigada pela indicação. Eu particularmente adoro o Cristo Rei.

Reply
Paula 11 de julho de 2019 - 05:30

Post excelente! A dica de olhar pro chão no Padrão dos Descobrimentos é fundamental, só depois de 10 minutos lá que vi a beleza dos mosaicos!

Reply
Fernanda 11 de julho de 2019 - 08:42

Obrigada! Pois é, tem gente que nem repara nos mosaicos e perde metade da beleza da atração.

Reply
Tatiana 11 de julho de 2019 - 19:54

Oi Fê, amei seu post. Super completo. Eu fiz praticamente tudo o que vc colocou no post, mas acredita que não fui ao Mercado da Ribeira?! 🙁
Vou tentar incluir na próxima vez que conseguir visitar essa maravilha, sempre tento aproveitar o Stopover da Tap. Valeu!!!!!

Reply
Fernanda 11 de julho de 2019 - 21:21

Eu adoro o Mercado da Ribeira. Tanta coisa gostosa para comer por lá.

Reply
Angela C S Anna 13 de julho de 2019 - 11:11

eu gostei muito do seu roteiro em lisboa, quando fui fiquei apenas um dia e a praça do comercio estava com um telao enorme na frente por causa da copa

Reply
Fernanda 13 de julho de 2019 - 17:06

Tem que voltar e ficar mais dias em Lisboa então. Aproveitar para conhecer outros pontos turísticos nem tão famosos.

Reply
Edson 15 de julho de 2019 - 05:51

Eu já consegui voltar para Porto, mas para Lisboa ainda não. Muito legal seu roteiro, acho que acabei fazendo todos esses pontos, mas vai ajudar bastante fazer um roteiro para revisita a cidade.

Reply
Fernanda 16 de julho de 2019 - 06:45

Eu admito que gosto mais de Lisboa do que Porto.

Reply
Lindijane 7 de setembro de 2019 - 14:39

Estou querendo fazer minha primeira viagem sozinha. Escolhi Portugal e adorei suas dicas, pretendo ir entre 26/12 a 10/01, seria uma boa data?

Reply
Fernanda 10 de setembro de 2019 - 21:53

Vai estar friozinho, mas é uma boa época sim.

Reply
Claudia 18 de dezembro de 2019 - 21:10

Oi Fernanda , vamos para Portugal e italia em abril , ficaremos do dia 04 ao dia 07 em Lisboa, primeira vez e estamos perdidos, vc acha q é possível fazer Fátima e Sintra nesse roteiro? Acha q é necessário contratar excursões?

Reply
Fernanda 23 de dezembro de 2019 - 09:28

Olá! Dá para ir de trem para Sintra e para Fátima de ônibus. Em relação a ser possível ou não dentro do seu roteiro, não posso opinar. Não sei o que pretende conhecer em Lisboa durante os dias que estará lá.

Reply

Deixe um Comentário